Primeiro contrato dos Beatles é leiloado por 345 mil dólares

Documento foi assinado pelos rapazes de Liverpool logo após um show no Cavern Club

0
2186
Os Beatles, já com a sua formação definitiva (Foto: Billboard)
Os Beatles, já com a sua formação definitiva (Foto: Billboard)

Quanto vale um pedaço de papel velho? Se este papel for um documento assinado por uns rapazes de Liverpool que faziam parte de um certo grupo chamado Beatles, vale 345 mil dólares. Este foi o valor pago no leilão da Sotheby’s, por alguém que não mediu esforços para adquirir o primeiro contrato assinado por John Lennon, Paul McCartney e George Harrison com o empresário Brian Epstein, após um show no Cavern Club, em 1962.

Na época, a formação original da banda tinha Pete Best (e não Ringo Starr) na bateria, e é dele a quarta assinatura. Outra curiosidade: o próprio empresário não assinou o documento. Isso porque ele, ainda sem experiência na atividade que o fez famoso, não tinha certeza se iria continuar no ramo e não gostaria de ficar preso por força de um contrato, caso as coisas não dessem certo. “Não tinha fé em mim mesmo de que poderia ajudar os Beatles de forma adequada”, disse Epstein certa vez.

O contrato em questão abrangia toda a carreira dos Beatles, desde agendamento de shows até detalhes sobre a aparência dos músicos. A Sotheby’s não informou o nome do comprador, mas pelo valor do lance é possível imaginar que trata-se de um ardoroso fã do grupo.