Produtor de cinema de Hollywood é acusado de assédio sexual por várias atrizes

Gwyneth disse que foi assediada aos 22 anos, quando foi contratada para fazer o filme "Emma" (1996)

0
1846
Produtor de cinema, Harvey Weinstein, é acusado de assédio
Produtor de cinema, Harvey Weinstein, é acusado de assédio

As atrizes Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow e outras atrizes também disseram que foram assediadas pelo produtor de cinema Harvey Weinstein, segundo o jornal “New York Times”.

O jornal informou na semana passada que Weinstein, produtor vencedor do Oscar de 65 anos, fez pelo menos oito acordos não divulgados com mulheres envolvendo “assédio sexual e contato físico indesejado”. A lista inicial tinha as atrizes Ashley Judd e Rose McGowan. Os novos relatos, com atrizes ainda mais conhecidas, corroboram a denúncia.

“Estamos em um ponto em que as mulheres precisam mandar um recado mais claro de que isso acabou. Esse jeito de tratar as mulheres termina agora”, declarou Gwyneth Paltrow .

Gwyneth disse que foi assediada aos 22 anos, quando foi contratada para fazer o filme “Emma” (1996). Antes das filmagens, ela foi chamada à suíte do produtor em um hotel em Beverly Hills. A atriz diz que ele colocou a mão nela e sugeriu que eles fossem ao quarto para fazer massagens.

“Eu era uma criança, tinha acabado de assinar o contrato e fiquei petrificada”, ela disse.

A atriz diz que recusou o assédio e contou ao seu namorado na época, Brad Pitt. Ele teria confrontado o produtor e dito para que ele nunca mais tocasse nela. Harvey pediu para que ela não contasse nada a ninguém. “Eu achei que ele fosse me demitir”, ela disse. Brad Pitt confirmou o relato ao “New York Times”.

Paltrow diz que Weinstein ainda ligou e brigou com ela após ser confrontado por Pitt. “Ele gritou comigo por muito tempo. Foi brutal”, Ela diz que teve medo de perder o papel em “Emma”, e insistiu para ele que mantivesse uma atitude profissional.

Angelina Jolie disse que Harvey a assediou em um quarto de hotel durante o lançamento do filme “Playing By Heart”, no final dos anos 1990. As atrizes Rosanna Arquette, Katherine Kendall, Dawn Dunning e Judith Godrèche também relatam assédios na matéria publicada nesta terça pelo “New York Times”.

O produtor havia pedido desculpas após as primeiras denúncias. “Eu admito que o jeito que me comportei com colegas no passado causou muita dor e peço sinceras desculpas por isso. Embora eu esteja tentando melhorar, eu sei que tenho um longo caminho a percorrer”, disse Weinstein em uma declaração enviada à imprensa.