Projeto de lei quer que hábito de dirigir e digitar seja punido com mais rigor na Flórida

Cerca de 45 mil acidentes foram causados por distração ao volante na Flórida em 2015, com mais de 39 mil feridos e 200 mortes

0
2967
Hábito perigoso já causou diversas mortes na FL
Hábito perigoso já causou diversas mortes na FL

Se você tem o (perigoso) hábito de dirigir e digitar no telefone ao mesmo tempo, um projeto de lei pretende transformar o ato em infração de trânsito, que vai gerar pontos na carteira e multas mais altas. Hoje, texting and driving gera apenas uma advertência, caso o policial pare o infrator por outras razões, como excesso de velocidade.

Um projeto de lei – apresentado pelas deputadas republicanas Jackie Toledo (Tampa) e Emily Slosberg (Boca Raton) –  pretende aumentar o número de multas aplicadas e reduzir o número de acidentes causados pela falta de atenção no trânsito.

De acordo com Jackie, cerca de 45 mil acidentes foram causados por distração ao volante na Flórida em 2015, com mais de 39 mil feridos e 200 mortos.

O novo projeto prevê para primeira violação, multa de $30 mais despesas de Corte, que vão custar um total de $108; segunda vez, multa de $158 e três pontos na carteira de motorista; se for comprovado que o motorista estava ‘teclando’ enquanto dirigia e causou um acidente, ele vai ganhar mais seis pontos na carteira além da multa; se for pego digitando em área escolar vai ser obrigado a frequentar a escola para motoristas infratores e ganhar dois pontos na carteira.

“Esta é a única forma de as pessoas obedecerem às leis e o projeto de lei vai salvar vidas. Ouvi diversos depoimentos de pais, mães e filhos que perderam entes queridos, precisamos tomar uma atitude”, defendeu a deputada.