Quem será o campeão do 1º turno do Brasileirão?

0
365
Jogo marcou a reestreia de Fernando no Athletico, 17 anos depois, para felicidade da torcida (Foto: Gustavo Oliveira/athletico.com.br)
Jogo marcou a reestreia de Fernando no Athletico, 17 anos depois, para felicidade da torcida (Foto: Gustavo Oliveira/athletico.com.br)

O Campeonato Brasileiro de 2022 se está revelando o mais equilibrado dos últimos tempos. Para se ter uma ideia entre o líder, Palmeiras (com um jogo a menos) e o Internacional, sexto colocado, com 30 pontos, é de apenas três pontos. Entre eles, estão Corinthians com 32 pontos, Fluminense, Athletico-PR e Atlético-MG (com um jogo a menos), todos com 31 pontos. E não se pode esquecer o Flamengo, 7º colocado, com 27 pontos, que vem crescendo a cada rodada.

A uma rodada do encerramento do 1º turno, o Brasileirão está mais emocioante do que nunca. Nenhum time conseguiu disparar e os resultados demonstram que as equipes citadas devem mesmo ser as principais candidatas ao título da competição.

Com exceção de Palmeiras e Galo, que jogaram na quinta-feira (21) à noite, após o fechamento da edição, os melhores classificados. A nota dissonante foi o Internacional que apenas empatou em casa com um desfigurado São Paulo, repleto de jogadores da base. Os demais confirmaram o favoritismo e venceram seus adversários, aumentando ainda mais a distância entre o bloco de cima e os times que já começam a se preocupar com a zona de rebaixamento.

Deu Ceará na abertura da rodada

Nos últimos jogos do Vozão, Vina foi autor de dois golaços (Foto: Felipe Santos/CearáSC.com)
Nos últimos jogos do Vozão, Vina foi autor de dois golaços (Foto: Felipe Santos/CearáSC.com)

Com golaço de Vina, o Ceará superou o Avaí por 1 a 0, na terça-feira (19), na Arena Castelão, pela 18ª rodada da Série A do Brasileiro. O Ceará soma 24 pontos, em 10º. O Avaí tem 21 pontos, em 13º. O jogo foi marcado por um atraso de quase 50 minutos devido a problema de iluminação na Arena Castelão.

No encerramento do 1º turno, o Ceará encara o Juventude, no domingo (24), no Alfredo Jaconi. O Avaí joga com o Flamengo no mesmo dia, na Ressacada. Os dois jogos valerão pela 19ª rodada da Série A do Brasileirão.

Massa Bruta derruba Fortaleza

Lucas Evangelista abriu o placar para o Red Bull Bragantino na vitória sobre o Fortaleza (Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino)
Lucas Evangelista abriu o placar para o Red Bull Bragantino na vitória sobre o Fortaleza (Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino)

Com um gol aos 49 minutos do 2° tempo, o Bragantino venceu o Fortaleza por 2 a 1 na noite da quarta-feira (20), no estádio Nabi Abi Chedid, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Quando o jogo se encaminhava para um empate, o lateral Andrés Hurtado cruzou rasteiro e Gabriel Novaes apareceu para sacramentar a vitória do Massa Bruta. Lucas Evangelista fez o outro gol do Bragantino e Brítez marcou para o Leão do Pici.

Com a vitória, o Massa Bruta chega aos 27 pontos, na oitava posição, e segue a caça ao pelotão de cima do Brasileirão. O Fortaleza segue com 14, na vice-lanterna da competição.

As duas equipes voltam a campo pelo Brasileirão no domingo, 24. O Bragantino visita o Fluminense, às no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Já o Leão do Pici recebe o Santos um pouco mais tarde, no Castelão.

Vira-Vira Tricolor

O Fluminense começou a construir a vitória com o gol do colombiano Arias (Foto: Site oficial do Fluminense)
O Fluminense começou a construir a vitória com o gol do colombiano Arias (Foto: Site oficial do Fluminense)

O Fluminense manteve a ótima fase e derrotou o Goiás em jogo de duas viradas no estádio da Serrinha, em Goiânia. O Tricolor venceu por 3 a 2, com gols de Arias, Cano e Willian Bigode. Já são nove jogos de invencibilidade (entre Brasileirão e Copa do Brasil) do Tricolor Carioca, comandado por Fernando Diniz. O Goiás, que marcou com Pedro Raul e Nicolas, lutou bastante, mas saiu frustrado com os gols sofridos no fim da partida.

Com o resultado, o Fluminense chega aos 31 pontos, na terceira colocação do Campeonato Brasileiro. O Tricolor volta a campo domingo (24), em Volta Redonda, contra o Bragantino, no encerramento do primeiro turno da Série A. O Goiás fica em 14º, com 21 pontos e perto da zona de rebaixamento. O Esmeraldino volta a campo sábado (23), fora de casa, contra o São Paulo.

Furacão devastador

O Athletico goleou o Atlético-GO, por 4 a 1, na Arena da Baixada, na quarta-feira, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além do resultado, o torcedor fez a festa pela reestreia de Fernandinho, que voltou ao Furacão após 17 anos. Ele entrou no segundo tempo e deu assistência para o quarto gol, marcado por Léo Cittadini. Antes, Cuello e Canobbio abriram vantagem no primeiro tempo, enquanto Terans fez um golaço na segunda etapa. Kelvin descontou para o time goiano.

O Athletico se consolida no alto da tabela e fica em quarto neste momento, com 31 pontos, colado nos primeiros colocados. O Atlético-GO, por outro lado, é o 18º, dentro da zona de rebaixamento.

O Furacão encara agora o Botafogo, no sábado (23), no Nilton Santos. Já o Atlético-GO pega o América-MG no domingo (24), no Antônio Accioly. Os jogos são pela 19ª rodada do Brasileirão, a última do primeiro turno.

Flamengo dá show em Brasília

Goleada do Flamengo sobre o Juventude marcou a estreia de Everton Cebolinha (Foto: Marcel Cortes/CRF)
Goleada do Flamengo sobre o Juventude marcou a estreia de Everton Cebolinha (Foto: Marcel Cortes/CRF)

Afiado na bola aérea, o Flamengo goleou o Juventude por 4 a 0 na quarta-feira (20), noite em que o Mane Garrincha recebeu o segundo maior público desta edição do Brasileirão: mais de 65 mil pessoas assistiram à partida em Brasília. O jogo marcou a estreia de Everton Cebolinha pelo Fla. Ele entrou no segundo tempo e deu uma assistência para Lázaro. Os outros gols foram marcados por Pedro (duas vezes) e Everton Ribeiro. 

O Flamengo praticamente matou o jogo com 17 minutos – foi nesse momento que Everton Ribeiro fez o terceiro gol contra o Juventude. Foram três gols muito parecidos: cruzamentos pela direita e cabeçadas na segunda trave – os dois primeiros foram marcados pelo atacante Pedro. Já no segundo tempo, para fechar com chave de ouro, Lázaro também guardou de cabeça após cruzamento do estreante Everton Cebolinha.

A vitória sobre o Juventude marcou a estreia de Everton Cebolinha pelo Flamengo. O atacante entrou no intervalo e fez sua primeira partida pela nova equipe. Aberto pela esquerda, protagonizou bons lances, finalizou a gol e foi o autor do cruzamento que terminou no gol de cabeça de Lázaro.

Ao todo, 65.392 pessoas assistiram à partida no Mané Garrincha. Esse é o segundo maior público desta edição do Brasileirão. O primeiro também pertence ao Flamengo, quando recebeu o Palmeiras. A renda do jogo contra o Juventude foi de R$ 3.642.229,50.

As duas equipes voltam a campo pelo Brasileirão no próximo domingo (24). O Flamengo enfrenta o Avaí, na Ressacada. Já o Juventude recebe o Ceará no Alfredo Jaconi.

Jogão em Porto Alegre

Pedro Henrique marcou dois gols no empate emocionante no Beira Rio (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)
Pedro Henrique marcou dois gols no empate emocionante no Beira Rio (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O Inter esteve à frente três vezes, o São Paulo buscou a igualdade em todas elas, e o Beira-Rio viu um jogo frenético na noite da quarta-feira (20), pelo Brasileirão. O resultado premiou o esforço do Tricolor, recheado de desfalques e com titulares preservados no banco, e frustrou os colorados, que perderam a chance de se aproximar da liderança. Pedro Henrique, duas vezes, e Edenilson, de pênalti, marcaram para o Inter; Nikão, duas vezes, e Luciano fizeram para o São Paulo.

Com o empate, o Inter foi a 30 pontos e caiu para a sexta colocação. O São Paulo também perdeu espaço na tabela: foi para décimo, com 25. 

O São Paulo já volta a campo no sábado (23) pelo Brasileirão, quando recebe o Goiás no Morumbi. O Inter visita o Palmeiras no dia seguinte, no Allianz Parque.

No duelo dos alvinegros, deu Santos

Lisca Doido é o novo técnico do Santos Futebol Clube (Foto: Fernando Alves/AGIF)
Lisca Doido é o novo técnico do Santos Futebol Clube (Foto: Fernando Alves/AGIF)

Em jogo bastante equilibrado, o Santos venceu o Botafogo por 2 a 0, na Vila Belmiro, na quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. Foi um duelo de duas equipes que vivem problemas internos, pressionadas, e o desempenho em campo fez justiça ao momento, no sentido positivo. As duas equipes buscaram o gol, fizeram os goleiros rivais trabalharem, mas venceu quem teve mais precisão. Os gols foram marcados por Léo Baptistão e Marcos Leonardo.

Com a vitória, o Santos chegou a 25 pontos e subiu para a nona posição na tabela. O Botafogo, por sua vez, caiu para 12º lugar, com 21 pontos, apenas três acima da zona de rebaixamento. Lisca Doido, o novo técnico do Santos assistiu de camarote à vitória na Vila Belmiro e comemorou sua chegada ao clube.

No próximo sábado (23), o Botafogo vai buscar a reabilitação diante do Athletico-PR, no Nilton Santos.O Santos vai ao Castelão, enfrentar o Fortaleza, no domingo (24).

Corinthians de cara nova!

A vitória do Corinthians sobre o Coritiba contou com Yuri Alberto (Foto: meutimao.com.br)
A vitória do Corinthians sobre o Coritiba contou com Yuri Alberto (Foto: meutimao.com.br)

Na noite que marcou a estreia do atacante Yuri Alberto, o Corinthians venceu o Coritiba por 3 a 1 na quarta-feira (20), na Neo Química Arena, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, e reassumiu a vice-liderança da competição. Mesmo sem gol em sua primeira partida, Yuri participou do primeiro gol, de Róger Guedes, e criou outras boas chances. No segundo tempo, Luciano Castan chegou a empatar para o Coxa, mas Adson e Raul Gustavo garantiram a festa do Timão em Itaquera, numa noite que também teve retornos de Willian, Maycon e Fagner – já de olho nas decisões futuras por Libertadores e Copa do Brasil. O Coxa, por sua vez, fica à beira do Z-4. 

A torcida corintiana, mais uma vez, fez sua parte. O público pagante foi 39.852 pessoas, que gerou uma renda de R$ 2.535.409,50.

O Corinthians vai ao Mineirão enfrentar o Atlético-MG, domingo (24), enquanto o Coritiba recebe o Cuiabá na segunda-feira (25), no Couto Pereira. Os dois jogos são válidos pela 19ª rodada do Brasileirão.

A incompetência da arbitragem brasileira

Os ábitros do VAR do jogo Palmeiras x São Paulo foram barrados e enviados para a reciclagem pela Comissão de Arbitragem da CBF (Foto: goal.com)
Os ábitros do VAR do jogo Palmeiras x São Paulo foram barrados e enviados para a reciclagem pela Comissão de Arbitragem da CBF (Foto: goal.com)

A maioria dos torcedores tem uma coisa em comum: criticar o árbitro. Isto é uma verdade universal. Entretanto, no Brasil, a incompetência chega ao absurdo. A chegada do VAR (Video Assistant Referees) foi saudada como uma ferramenta bastante útil para auxiliar os árbitros e diminuir os erros de arbitragem que muitas vezes mudam o resultado de uma partida – e mesmo de um campeonato.

O exemplo mais recente do mau uso do VAR ocorreu na partida entre Palmeiras e São Paulo, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O Palmeiras, mandante no segundo jogo da série entre os dois clubes gigantes paulistas, estava dando um show para delírio de sua torcida que lotou o Allianz Parque, com 41.361 torcedores, gerando uma renda de R$ 3.557.294,35 – recorde de público em sua história. 

Tudo indicava que o Verdão se classificaria para a próxima fase, porque em 12 minutos já vencia o Tricolor por 2 a 0 e o adversário não tinha forças para reagir. No entanto, o Palmeiras desperdiçou várias oportunidades para ampliar o placar e foi para o intervalo com dois gols de vantagem.

O panorama não mudou na seguna etapa e poderia ter piorado para a equipe visitante quando o árbitro Leandro Pedro Vuaden marcou uma penalidade a favor do Palmeiras, após ter sido chamado pelos árbitros do VAR. Vuaden não havia marcado toque de Calleri dentro da área após um chute do atacante palmeirense. Porém, depois da revisão, alterou sua decisão e assinalou penalidade máxima – falta que eu não teria marcado, por ter sido bola na mão. Raphael Veiga, o melhor batedor de pênaltis do Palmeiras, foi para a marca da cal e surpreendentemente chutou por cima do travessão, causando surpresa e decepção para os torcedores alviverdes.

Dois minutos depois, um lance envolvendo o atacante Calleri e o defensor Gustavo Gomez também foi inicialmente ignorado por Vuaden. Mais uma vez, houve intervenção dos árbitros do VAR. Após revisar os ângulos mostrados nas imagens, o árbitro reconsiderou sua decisão e assinalou pênalti para o São Paulo. Só que Luciano, ao contrário de Veiga, converteu a penalidade em gol, dando números finais ao placar de 2 a 1 para o Palmeiras – o que levou a decisão para a série de pênaltis, na qual o Tricolor foi mais feliz e se classificou para as quartas de final da Copa do Brasil. A penalidade sobre Calleri foi controversa. Eu, por exemplo, não teria marcado por ter sido um lance no qual ambos se empurraram. Contudo, o que causou mais revolta foi o fato de os árbitros do VAR não terem traçado a linha de impedimento. Se tivessem feito isto, constatariam que o atacante do São Paulo estava em posição ilegal. Portanto, a jogada teria de se invalidada.

A própria CBF reconheceu o erro ao afastar os Emerson de Almeida Ferreira e Marcus Vinicius Gomes da escala para a próxima rodada do Brasileirão. O resultado foi muito ruim para o Palmeiras: o time deixou de receber R$ 4.000.000 pela classificação e fooi eliminado de um torneio em que teria chances de ser campeão. O duro é somente restou à presidente do clube, Leila Pereira, exercer o direito do jus espernandi porque o clube foi prejudicado e não tem como recorrer.

Muitos torcedores de outros clubes qualificaram a atitude como mimimi ou chororô, mas se esquecem que o beneficiado de hoje pode ser o prejudicado de amanhã. Resta apenas torcer para que a Comissão de Arbitragem da CBF invista mais na formação de novos árbitros e na reciclagem daqueles que parecem desconhecer as regras do jogo.