Renomado advogado do sul da Flórida é morto a tiros pelo filho

O filho do advogado, que sofria de problemas mentais, cometeu suicídio

0
1751
Robert Fenstersheib, de 66 anos, era cinhecido pelo jargão
Robert Fenstersheib, de 66 anos, era conhecido pelo jargão "tell Robert" (foto: arquivo pessoal)

Robert Fenstersheib, advogado que atuava em casos de acidentes envolvendo lesões corporais no sul da Flórida, conhecido pelo jargão “tell, Robert”, foi morto a tiros na manhã de quarta-feira (9) em sua casa no condomínio fechado Oakridge, em Hollywood.

O principal suspeito do caso é o filho do advogado, Michael Fenstersheib, 35, portador de doença mental. Michael também atirou em sua namorada, identificada como Hong Pen, que foi levada às pressas para o hospital. Segundo o boletim da polícia de Holywood, o estado dela é grave.

Após atirar no pai e na namorada, Michael cometeu suicídio.

“Tenho certeza de que ele lamenta o que fez, embora esteja morto”, disse Scott Mager, colega de profissão e melhor amigo de Fenstersheib. “Nunca vi um incidente tão violento antes. Algo estranho e incomum deve ter acontecido”.

De acordo com a polícia, vizinhos da casa em que o advogado morava com o filho ligaram para o 911 informando terem ouvido barulhos de tiros por volta das 9:40 a.m.

Na chegada, as patrulhas encontraram o pai e o filho já sem vida. Os policiais ainda investigam o que teria motivado o crime.

Ao jornal Miami Herald, Mager disse que Robert era “o ser humano mais gentil e filantrópico que você pode esperar conhecer. O que quer que as pessoas precisassem, ele estava lá”.