Republicanos desistem de votar projeto para acabar com Obamacare

Sem votos suficientes, republicanos adiam votação para revogar programa

0
1721
Trump afirma que vai apresentar um plano melhor que o Obamacare
Trump afirma que vai apresentar um plano melhor que o Obamacare

O Senado não vai mais votar no último projeto apresentado para revogar o Obamacare, de acordo com anúncio feito pelo Partido Republicano nesta terça-feira (26). As informações são da CNN.

A decisão representa uma derrota para o presidente Donald Trump, que tem tentado a todo custo substituir o programa de saúde que leva o nome do ex-presidente Obama. Trump está, agora, trabalhando com alguns Democratas para apresentar mudanças na lei, que não deve ser mais votada em 2017.

“Decidimos que, já que não temos os votos, adiaremos essa votação”, disse à imprensa o senador Bill Cassidy.

Já o senador Pat Roberts, também republicano, disse à imprensa que o Partido vai abordar a assistência de saúde “de alguma maneira” em outra sessão legislativa.

Após perder uma votação no Senado em julho, os republicanos tentaram novamente este mês com um projeto de lei que tomaria dinheiro federal e daria a estados para que cada unidade federativa regulasse seu próprio sistema de saúde. No entanto, vários senadores republicanos se opuseram a apoiar o documento, incluindo a senadora Susan Collins, que reclamou na segunda-feira que o projeto minaria o programa Medicaid, destinado a pobres e deficientes, e enfraqueceria proteções a pessoas com condições pré-existentes, como asma, câncer e diabetes.

O governo Trump afirmou nesta terça-feira que sua gestão estava desapontada com “certos supostos republicanos” que não apoiaram o projeto de lei. Os republicanos têm uma ligeira maioria no Senado (52 contra 48 democratas), mas ao menos outros dois senadores republicanos, John McCain e Rand Paul, já haviam rejeitado a proposta do Partido.

Mesmo enfrentando resistências dentro do próprio partido, há sete anos republicanos têm criticado o Obamacare, que estendeu seguro de saúde para cerca de 20 milhões de americanos, como sendo uma intrusão cara e injustificável do governo em assistência de saúde, enquanto também se opondo a taxas que impôs sobre os ricos. O presidente Donald Trump tornou a revogação do Obamacare uma das suas principais promessas de campanha em 2016. Democratas defendem o Obamacare com força. (Com informações de O Globo).