Resort tomado de família é devolvido

Cem anos depois, autoridades devolvem área da Caifórnia aos descendentes

0
556
Família recebeu as terras de volta (Foto: BBC)
Família recebeu as terras de volta (Foto: BBC)

Um resort à beira-mar confiscado há quase 100 anos de proprietários afroamericanos foi devolvido aos descendentes após decisão de autoridades de Los Angeles, CA, na terça-feira (28).  Os dois terrenos do resort Bruce’s Beach foram comprados por $1.22 (hoje vale cerca de $20 milhões) em 1912 por Willa e Charles Bruce para criar uma hospedagem e uma área de lazer em uma época de segregação racial. Localizada em Manhattan Beach, o lugar foi tomado à força pelo conselho local em 1924. 

Mas logo o departamento de polícia local colocou placas limitando o estacionamento a 10 minutos, e um outro proprietário pregou placas de alerta do tipo “proibido invadir”, fazendo com que as pessoas precisassem caminhar mais para chegar até a água. Essas medidas não afastaram os visitantes, e então as autoridades apreenderam os terrenos através de leis de domínio eminente, uma prerrogativa que permite ao governo comprar à força áreas para construir estradas e prédios públicos.

Na época, as autoridades alegaram que planejavam construir um parque, mas isso só aconteceu muitas décadas depois. Nesse período, o terreno ficou vago.

Na terça-feira, por unanimidade, um conselho do condado de Los Angeles aprovou a moção para devolução da área à família, afirmando que “está bem documentado que a medida foi uma tentativa motivada pelo racismo de forma a expulsar um bem-sucedido negócio negro e seus patronos”.