Restaurantes de aeroportos ameaçam demitir até 1,7 mil na Flórida

Trabalhadores que estavam em licenças temporárias desde a primavera deverão ter as demissões confirmadas em 15 de outubro, segundo uma das prestadoras de serviços dos aeroportos.

0
921
Department of Economic Oportunity pagou mais de $17 bilhões em auxílio desemprego desde março (foto: Wikimedia)
Cerca de 30% dos pedidos de auxílio-deemprego são fraudulentos

Mais de 1,7 mil funcionários de restaurantes e aeroportos do Sul da Flórida e Orlando estão sob aviso de perderem seus empregos no mês de outubro como consequência da pandemia de Covid-19.

Os avisos de demissão ocorrem no momento em que o índice de desemprego na Flórida apresenta uma ligeira queda nas últimas três semanas. O Departamento do Trabalho dos EUA informou nesta quinta-feira (20) que o número de alerta de desligamentos de trabalhadores no estado essa semana foi 66.322, um aumento de 4.738 em relação aos 61.584  da semana anterior.

Nacionalmente, a quantidade de desempregados da pandemia ultrapassa 1 milhão.

“É para ficar desapontado ao ver o crescimento de novos pedidos de seguro-desemprego em vários estados importantes como New York, New Jersey, Texas e Flórida”, disse Mark Hamrick, analista sênior do Bankrate. Os novos pedidos de desemprego permaneceram notavelmente elevados por 22 semanas consecutivas, coincidindo com a pandemia COVID-19.

A empresa HMSHost, que opera muitos restaurantes em aeroportos no sul da Flórida e em todo o mundo, disse que muito trabalhadores que estão em  licenças temporárias desde a primavera “terão as licenças convertidas em demissões permanentes em 15 de outubro”.

A pandemia de Covid-19 devastou as indústrias de viagens e restaurantes e, infelizmente, a HMSHost está na encruzilhada de ambas ”, disse a empresa em um documento divulgado em conjunto com o Departamento de Oportunidade Econômica da Flórida. “Nunca na história da indústria da hospitalidade experimentamos quedas tão catastróficas no tráfego de clientes.”

Em Broward County, a HMSHost administra vários restaurantes no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale  e Hollywood, incluindo Air Margaritaville, BurgerFi, La Familia, Offerdahl’s Café, bar Red Stripe, Shula’s Shake Shack e Flash Fire Pizza.

Apenas nestas localidades, mais de 1,4 mil pessoas estão sob o risco de perderem seus trabalhos nos próximos meses.  Entre as funções sob ameaça  incluem gerentes, baristas, caixas, estoquistas e  atendimento ao cliente.