Rolando Boldrin, expoente da música caipira brasileira, morre aos 86 anos

Com mais de seis décadas de carreira, Boldrin apresentava o programa "Sr. Brasil" na TV Cultura

0
336
Morre Rolando Boldrin, apresentador do 'Sr. Brasil'. Foto: Divulgação TV Cultura

Ator, cantor, compositor e apresentador de TV, Rolando Boldrin morreu nesta quarta-feira (9), aos 86 anos, em São Paulo. A causa da morte foi insuficiência respiratória e renal, segundo informações da assessoria de imprensa. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein havia dois meses.

“Ele tirou o Brasil ‘da gaveta’ e fez coro com os artistas mais representativos de todas as regiões do país. Em seu programa, o cenário privilegiava os artesãos brasileiros e era circundado por imagens dos artistas que fizeram a nossa história, escrita, falada e cantada, e que já viajaram, muitos deles ‘fora do combinado’, conforme costumava dizer Rolando”, anunciou a TV Cultura, onde Rolando trabalhou por 17 anos.

Com mais de seis décadas de carreira, Boldrin apresentava o programa “Sr. Brasil”, sobre ritmos e temas regionais brasileiros. Ele apresentou programas em outras emissoras, como o “Som Brasil”, na TV Globo, antes de levar o trabalho de divulgação da música regional brasileira à TV Cultura.

Com grandes sucessos, Boldrin se consagrou como um dos principais expoentes da cultura caipira e das raízes da música sertaneja no Brasil.