Sally atinge a divisa do Alabama com a Flórida como furacão de categoria 2

Mais de 300 mil pessoas estão sem energia nos estados de Alabama, Mississippi e Flórida

0
1307
Foto de satélite fornecida pela National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) mostra a tempestade tropical Sally no Atlântico
Imagem de satélite mostra Sally, uma das tempestades mais memoráveis a atingir o estado em 2020 (foto: NHC)

O furacão Sally chegou nos Estados Unidos como um furacão de categoria 2, nesta quarta-feira (16), perto de Gulf Shores, no estado de Alabama, próximo da divisa com a Flórida.

Ventos de até 130 mph foram registrados.  A previsão é de que Sally traga chuvas fortes pelas próximas 12 horas em toda a região, podendo provocar enchentes desde a Flórida Panhandle ao Mississipi.

Na Flórida, a Guarda Nacional acionou 175 integrantes para operações de busca e resgate – com veículos especiais para enfrentar áreas com enchentes.

Mais de 300 mil pessoas já estão sem energia nos estados de Alabama, Mississippi e Flórida. Além disso, as autoridades locais deram ordens para retirada de moradores de casas em áreas baixas próximas da costa também foram dadas.

O último monitoramento de Sally indica que a tempestade se movimenta lentamente, a 3 mph, em direção ao Norte e depois ao Nordeste.

Pela segunda vez na história, o Atlântico Norte tem cinco ciclones tropicais ativos ao mesmo tempo. A primeira ocorrência foi registrada em 1971.