São Paulo é Brasil na Libertadores

0
1428

O São Paulo foi heroico na quarta-feira (18) para segurar a pressão do Atlético-MG, no Independência, em Belo Horizonte, e se classificar às semifinais da Taça Libertadores. Mesmo perdendo por 2 a 1, o Tricolor garantiu a vaga por causa do gol marcado fora de casa, por Maicon, de cabeça (o jogo de ida, quarta passada, no Morumbi, foi 1 a 0 para o time paulista). O Galo foi avassalador no início e marcou dois gols em 11 minutos, com Cazares e Carlos, mas levou o gol três minutos depois, em falha de Victor, e acabou diminuindo o ritmo. O adversário são-paulino na semifinal ainda não está definido. Se na quinta-feira (19) o Atlético Nacional (Colômbia) tiver eliminado o Rosário Central (Argentina), o time colombiano será o adversário do São Paulo. Se der Rosário, e o Nacional (Uruguai) eliminar o Boca Juniors (Argentina), também na quinta (19), então o Tricolor enfrentará o Rosário. E, se os dois argentinos (Rosário e Boca) passarem, o time brasileiro terá de esperar o duelo entre Pumas (México) e Independiente Del Valle (Equador), que se enfrentam na próxima terça-feira (24). As semifinais serão disputadas somente depois da Copa América Centenário. O São Paulo entrará em campo nos dias 6 e 13 de julho. O primeiro jogo será no Morumbi. O duro é saber como estarão os times dos semifinalistas, uma vez que todos os clubes podem perder jogadores na janela de transferência europeia.

Flamengo protagoniza vexame histórico

O Flamengo foi eliminado pela terceira vez em 56 dias. Na quarta-feira (18), o Rubro-negro voltou a jogar mal e perdeu para o Fortaleza por 2 a 1 – gols de Pio (2) e Alan Patrick. O time cearense foi melhor nos dois encontros pela Copa do Brasil – venceu o primeiro pelo mesmo placar – e não teve dificuldades para impor mais um fracasso aos cariocas no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O Fortaleza enfrenta agora o América-MG, que eliminou o Bahia, na Fonte Nova. O Rubro-negro já havia sido eliminado da Primeira Liga e do Campeonato Carioca. Com a queda na Copa do Brasil, o Flamengo tem o Campeonato Brasileiro pela frente. Além da má atuação, aparentemente a equipe sentiu as ausências do técnico Muricy Ramalho e do atacante Guerrero. O comandante recebeu alta no decorrer do dia depois de ter sido internado em razão de uma fibrilação atrial, espécie de arritmia cardíaca. Já o camisa 9 reclamou de dores musculares e foi vetado ainda na concentração. Sem inspiração, sem organização, sem raça… Assim o Flamengo se apresentou nos dois duelos contra o Fortaleza. A derrota por 2 a 1 na primeira partida já parecia um aviso do que estava por vir. Com o placar favorável, o Tricolor Cearense conduziu o duelo de forma inteligente. Diante de um Rubro-negro pressionado em construir o resultado, os comandados de Marquinhos Santos tiveram o caminho ainda mais livre após o primeiro gol de Pio aos 3min do primeiro tempo. O que se viu a partir daí foi o dono da casa totalmente perdido diante de um valente e aplicado Fortaleza, melhor nos dois encontros e que conquistou merecidamente a vaga. O Flamengo jamais havia sido eliminado na segunda fase da Copa do Brasil. Tricampeão (1990/2006/2013), o Rubro-negro teve até o vexame histórico de quarta-feira as piores participações nos anos de 1998, 2005 e 2015, quando caiu nas oitavas de final. O time ainda foi vice-campeão três vezes, além de cinco eliminações em semifinais e quartas de finais.

Vasco classifica, mas passa susto

O Vasco foi envolvido no primeiro tempo. O CRB mostrou marcação alta encaixada e qualidade quando tinha a bola. Deficiente na marcação, o Cruz-Maltino só assustou aos 25, quando Pikachu perdeu oportunidade na pequena área. Com mais volume, o CRB dominava a partida. E foi premiado. Luan fez falta boba na entrada da área. Diego, aquele mesmo, ex-Vasco, cobrou inapelavelmente, no ângulo: 1 a 0. E foi pouco. Luigi ainda pecou ao tentar driblar Martín Silva para fazer o segundo gol certo antes do intervalo. A etapa final teve um CRB mais conservador. Pressionado, o Vasco teve que sair para o jogo. E se expôs ainda mais aos contragolpes. As entradas de Eder Luis e Evander até melhoraram ligeiramente o Vasco, mas não resolveram os problemas do ataque. Foi neste momento que Jorginho tentou uma surpreendente aposta. Sacou Thalles para colocar Rafael Vaz. No ataque. E deu certo. O zagueiro aproveitou o cruzamento de Eder Luis e, aos 47, vestiu novamente a armadura de herói. Vasco classificado na noite de quarta-feira (18). Agora, O Vasco enfrenta o Santa Cruz na terceira fase da Copa do Brasil. Os confrontos ainda não têm data definida. O CRB agora tem todas as atenções voltadas para a disputa da Série B do Brasileirão.

Furacão varre Dom Bosco da Copa do Brasil

O Atlético-PR fez valer a lógica e goleou o Dom Bosco sem dar chances ao time mato-grossense. O Furacão dominou a partida desde o começo e teve tranquilidade para buscar o primeiro gol que saiu logo aos doze minutos com André Lima. Depois disso, o time paranaense seguiu dominando o jogo sem fazer muito esforço e os gols foram saindo naturalmente. André Lima ainda marcou mais um e Pablo, Hernani e Anderson Lopes fizeram os outros. Agora, o Atlético-PR enfrentará a Chapecoense-SC na terceira fase da competição. Os catarinenses passaram pelo Paraná Clube. Com a derrota por goleada e eliminação da Copa do Brasil, o Dom Bosco encerra sua temporada no futebol profissional. O Azulão da Colina só volta a campo em 2017 pelo Campeonato Mato-Grossense.

Chapecoense elimina Paraná e terá Furacão pela frente

A Chapecoense fez o seu dever de casa e garantiu a classificação à terceira fase da Copa do Brasil de 2016. Depois de perder na partida de ida por 2 a 1, a equipe catarinense bateu o Paraná Clube por 2 a 0 na Arena Condá, na noite de quarta-feira (18), pela Copa do Brasil. Com isso, o Verdão do Oeste conseguiu pela primeira vez ir além da segunda fase da competição nacional. O atacante Kempes abriu o placar no primeiro tempo, e o volante Cleber Santana carimbou a vaga na etapa final. O Tricolor buscou pressionar, mas, sem organização, deu adeus. Os times, agora, voltam as atenções para o Campeonato Brasileiro. Pela Série A, a Chapecoense recebe o América-MG às 16h (horário de Brasília) de domingo, na Arena Condá. E, pela Série B, o Paraná Clube enfrenta o Bahia às 16h30 de sábado, na Vila Capanema.

Bahia é prejudicado e dá adeus à Copa do Brasil

A defesa, por vezes, é o melhor ataque. E foi justamente uma retaguarda sólida que garantiu ao América-MG a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Na noite de quarta-feira (18), o Coelho suportou a pressão do Bahia e venceu o Tricolor na Arena Fonte Nova, em Salvador, por 1 a 0, gol marcado por Sueliton. O primeiro jogo, realizado na última semana, no estádio Independência, em Belo Horizonte, havia terminado empatado em 0 a 0. A arbitragem de Vinicius Gonçalves Dias Araújo teve peso decisivo no resultado da partida. Sueliton marcou o gol em posição irregular. Na sequência da partida, Henrique foi derrubado na grande área, mas, ao invés do pênalti, o árbitro marcou falta para o time baiano. Com a classificação, o América-MG enfrenta o Fortaleza na próxima fase da Copa do Brasil. O time cearense venceu o Flamengo por 2 a 1 na noite de quarta-feira.

Ceará classifica-se na Copa do Brasil

No 100° jogo do Ceará na Copa do Brasil, o torcedor alvinegro viu um jogo pouco empolgante, mas que resultou na vitória do Vovô sobre o Joinville, por 1 a 0, e na classificação para a terceira fase da Copa do Brasil na terça-feira (17). Foi também a primeira vitória na Arena Castelão em 2016. Até então, haviam sido dois empates e duas derrotas. Na partida de ida, o time de Santa Catarina havia perdido em casa pelo mesmo placar. Com isso, precisava da vitória no Castelão. No entanto, parou na marcação do Vozão e sofreu gol do rival no início do segundo tempo. Foi uma partida de poucas emoções. O Joinville até tentou ganhar espaço, porém, pecou na criação. No segundo tempo, o Ceará conseguiu o gol do alívio. No contra-ataque, Tomas Bastos apareceu livre no lado esquerdo, invadiu a área e, cara a cara com Agenor, bateu forte para balançar as redes. Gol que encaminhou a classificação dos donos da casa.

Botafogo-PB enfrentará Ceará na próxima fase da CB

O River sempre foi uma pedra no sapato do Botafogo-PB. Até essa Copa do Brasil. Depois de quatro jogos amargando revezes para os piauienses (um empate e três derrotas, pela Copa do Nordeste), o Belo deu o troco em grande estilo. Venceu os riverinos duas vezes, ambas por 1 a 0, e conseguiu a inédita classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Na noite de quarta-feira (18), coube a Carlinhos fazer o gol que deu a vitória para os paraibanos, aos 7 minutos do segundo tempo. Um gol que fez justiça ao domínio massacrante do time de Itamar Schülle sobre o adversário, que transformou o goleiro Dalton no melhor jogador em campo. Um gol que premiou a torcida, que lotou o Almeidão no melhor público do ano em João Pessoa. Enfim, o Botafogo fez história e segue sonhando em ir ainda mais longe na Copa do Brasil. Na próxima fase, o adversário será o Ceará.

NBA em tempos de finais da Conferência Leste

Já estão em andamento as finais de Conferência Leste e Oeste. Na Conferência Leste, Miami Heat e Toronto Raptors disputaram uma série bastante equilibrada. Entretanto, prevaleceu o mando de quadra do time canadense que acabou eliminando o rival da Flórida por 4 a 3. Ironicamente, as duas equipes perderam seus pivôs titulares por lesão. Tanto Hassan Whiteside, do Miami Heat, quanto Jonas Valanciunas, do Toronto Raptors, saíram no Jogo 3 da série e não puderam mais atuar. Enquanto Whiteside pode dedicar-se à recuperação, Valanciunas continua sob tratamento intensivo para enfrentar o Cleveland Cavaliers, melhor time da Conferência Leste que foi ainda favorecido por um grande período de descanso enquanto os rivais se digladiavam num duelo mortal. E o time de Lebron James nem tomou conhecimento da equipe do Canadá – que vai a uma final de Conferência Leste pela primeira vez em sua história – ao vencer o adversário com facilidade no primeiro jogo da série. O campeão da Conferência Leste enfrentará o da Conferência Oeste na decisão de campeão da NBA, cuja série começará em 2 de junho.

NBA em tempos de finais da Conferência Oeste

A série da Conferência Oeste, ao contrário do que ocorre no Leste, parece que será bem disputada. Até quarta-feira (18), foram disputados dois jogos, com uma vitória para o Golden State Warriors – atual campeão da NBA – e outra para o Oklahoma City Thunder. Apesar da campanha histórica do time de San Francisco – com 73 vitórias e apenas 9 derrotas na temporada regular, estabelecendo um novo recorde na liga -, o duelo promete ser equilibrado. O Golden State Warriors aposta no talento de seus alas e armadores, entre eles Stephen Curry – eleito como o MVP na temporada passada e reeleito MVP nesta temporada em votação unânime -, enquanto o OKC tem sua força na talentosa dupla formada por Russell Westbrook e Kevin Durant e na força de seus pivôs e alas-pivôs (Steve Adams, Sergio Ibaka e Enes Kanter). Vale a pena conferir o duelo tático dos técnicos Steve Kerr, do time da Califórnia, e Bill Donovan, da equipe de Oklahoma, para extrair o melhor de suas equipes.