Sindicato da polícia de fronteira anuncia apoio a Donald Trump

O sindicato, que conta com 16.500 agentes filiados, endossa pela primeira vez a candidatura de um presidente americano

0
1765
Sindicato conta com 16.500 agentes filiados
Sindicato conta com 16.500 agentes filiados

O sindicato dos agentes da U.S. Border Patrol – a polícia de fronteira americana – anunciou, na última semana, apoio à candidatura de Donald Trump para a presidência. A National Border Patrol Council ofereceu ao Republicano suporte às suas ideias imigratórias e reafirmou que o sistema atual precisa mudar.

O sindicato, que conta com 16.500 agentes filiados, endossa pela primeira vez uma candidatura por meio de uma carta. “Nós precisamos de uma pessoa na Casa Branca que não tenha medo da mídia, que não seja politicamente correto, que não precisa de dinheiro e que já seja familiarizado com o sucesso, que seja a favor dos militares e da aplicação da lei”, e completa “que não seja subserviente aos interesses de outras nações. Donald Trump é o cara (em tradução livre)”.

Trump tinha agendado um tour pela fronteira com agentes vinculados ao sindicato, mas foi cancelado devido à pressão do comando da polícia fronteiriça.

O sindicato disse, ainda, que a lista de oponentes do candidato republicano é composta “por todas as pessoas responsáveis pelas mazelas da América hoje”, enquanto Trump tem o apoio de trabalhadores e policiais.

“Mr. Trump vai reforçar os interesses dos agentes de fronteira em vez de apenas ser o ‘sim, senhor’ que diz o que está programado para ser dito. Ele será a renovação que nunca vimos antes e, provavelmente, nunca mais veremos”, disse o comunicado.

Em nota, Trump disse se sentir privilegiado por ter o apoio deles. “Esse apoio representa a total rejeição contra os políticos corruptos que permitiram que gangues e carteis aterrorizassem a América”, disse.