Tempestade tropical Sally deixa Flórida e outros 4 estados em alerta

Meteorologistas esperam que Sally ganhe força à medida que caminha pelo Golfo do México, podendo se tornar um furacão até a noite desta terça-feira (15), quando deve chegar aos EUA

0
1135
Foto de satélite fornecida pela National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) mostra a tempestade tropical Sally no Atlântico
Imagem de satélite mostra Sally, uma das tempestades mais memoráveis a atingir o estado em 2020 (foto: NHC)

Segundo o National Hurricane Center (NHC), a expectativa é de que a tempestade tropical Sally ganhe força à medida que se movimenta pelas águas do Golfo do México, podendo se tornar um furacão até a noite desta terça-feira (15), quando é esperado tocar o solo dos EUA.

Um aviso de furação foi emitido para as áreas de Morgan City, na fronteira entre os estados da Louisiana e Alabama, e Lago Pontchartrain e Lago Maurepas, em New Orleans.

Já a região que envolve a fronteira do Mississippi / Alabama com a fronteira do Alabama / Flórida foi posta em estado de vigilância.

Os efeitos da tempestade já devem ser sentidos em todas essas áreas a partir desta segunda-feira (14), com ventos e fortes pancadas de chuvas.

Teddy

Outra tempestade tropical,Teddy, se formou no Atlântico na manhã de segunda-feira (14) e também é esperada que “se torne um poderoso furacão” até o final desta semana, de acordo com NHC.

Segundo o boletim que monitora a evolução de Teddy divulgado nesta manhã, a tempestade estava a cerca de 1.110 milhas a oeste de Cabo Verde e 1.405 milhas a leste das Pequenas Antilhas. A velocidade da tempestade, de acordo com o NHC, é 14 mph, com rajadas de ventos de até de 40 mph.

Os meteorologistas disseram que a temperatura das águas do Atlântico, que está alguns graus mais quente do que a média este ano, deve ajudar as tempestades, Sally e Teddy a atingirem a intensidade de um furacão mais rapidamente.

Até o momento, Teddy não representa ameaça para nenhum estado americano.