Tiroteio em boate em Fort Myers (FL) mata dois e deixa outros 17 feridos

A polícia prendeu três suspeitos e ainda investiga o que motivou o tiroteio

0
4455
Timothy Settles está entre os feridos no tiroteio na boate
Timothy Settles está entre os feridos no tiroteio na boate

Da Redação com Sunsentinel – Um tiroteio em uma boate na Flórida na madrugada desta segunda-feira (25) matou duas pessoas e deixou outras 17 feridas. O ataque aconteceu numa festa de adolescentes chamada “Swimsuit Glow Party,” no Blu em Fort Myers (FL). O tiroteio aconteceu pouco mais de um mês depois dos ataques de um terrorista a uma boate gay em Orlando que matou 49 pessoas.

A polícia prendeu três pessoas e ainda não tem informações sobre o que desencadeou o tiroteio. Três vítimas ainda estão no hospital e os demais já foram liberados.

Em comunicado, a polícia disse que a polícia de Fort Myers e do Condado de Lee estão “vasculhando” a área em busca de pessoas que possam estar envolvidas no incidente. Os nomes das vítimas ainda não foram divulgados.

O jovem Timothy Settles, um dos feridos no tiroteio na boate, usou o Facebook para desabafar que “não queria morrer”. Depois, ele postou um vídeo ao vivo mostrando o próprio rosto ferido, provavelmente para tranquilizar os amigos que postaram diversas mensagens para ele.

Segundo a imprensa local a vítima mais nova tinha 12 anos. Numa entrevista publicada no Twitter do jornalista Malcolm Johnson, da rede de TV FOX, uma mulher identificada como Syreeta Gary conta que a filha sobreviveu ao ataque, mas o melhor amigo dela morreu. A mãe contou que a menina precisou correr entre as balas. “Bem, eu só agradeço a Deus que minha filha esteja bem. Ela poderia ter sido baleada. Ela estava desviando de balas e correndo entre os carros”, relatou a mãe, cujo nome da filha não foi divulgado.

Um outro vídeo postado pelo repórter mostra a festa na boate com jovens dançando. As autoridades disseram que a polícia Fort Myers e do Gabinete do Lee County Sheriff prenderam três suspeitos. O nome das vítimas não foi divulgado, e a polícia ainda investiga o que motivou o tiroteio.