Trump anuncia que vai deixar de lado a vida de empresário para se dedicar à presidência

Presidente eleito convocou entrevista coletiva para o próximo dia 15

0
2327
Presidente vai deixar os negócios de lado enquanto for presidente
Presidente vai deixar os negócios de lado enquanto for presidente

DA REDAÇÃO COM AGÊNCIA EFE – O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (30), que deixará seus inúmeros negócios em segundo plano para se dedicar totalmente à presidência. Ele disse que vai convocar uma entrevista coletiva para o dia 15 de dezembro para anunciar como vai se afastar “completamente” de seus negócios privados, que pretende deixar a cargo de sua família.

Em uma série de mensagens no Twitter, Trump disse que a entrevista coletiva acontecerá em New York, ao lado de seus filhos, que estiveram estreitamente vinculados aos negócios do magnata nova-iorquino.

Trump acrescentou que esclarecerá na entrevista coletiva que deixará seus negócios “em ordem” para se dedicar “exclusivamente a tornar os Estados Unidos grandes de novo”, retomando o lema de sua campanha.

O presidente eleito mencionou que as leis não o obrigam a deixar seus negócios, o que acontece com os outros funcionários do alto escalão do governo, mas argumentou que sua decisão é importante para evitar “um conflito de interesses”.

“Portanto, estão sendo elaborados documentos legais que me afastarão completamente das operações dos meus negócios. A presidência é uma tarefa mais importante!”, acrescentou o presidente eleito.

A possibilidade de que Trump continuasse vinculado a seus negócios durante a presidência, que começará em 20 de janeiro, foi um dos temas que mais receberam atenção dos veículos de imprensa americanos nas últimas semanas.

Existem preocupações de que possa haver conflitos de interesses, e isso se estende a seus familiares, caso algum deles venha a ocupar alguma posição no futuro governo Trump.

Três dos quatro filhos adultos de Trump, Eric, Ivanka e Donald Jr., assim como seu genro, Jared Kushner, integram a equipe de transição presidencial.