Trump nomeia juiz conservador para a Suprema Corte

0
1724
Trump anunciou nome de Brett Kavanaugh para a vaga na Suprema Corte FOTO AFP SAUL LOEB
Trump anunciou nome de Brett Kavanaugh para a vaga na Suprema Corte FOTO AFP SAUL LOEB

O presidente Donald Trump nomeou na segunda-feira (9), depois de muito suspense, o juiz Brett Kavanaugh para a Suprema Corte, em um gesto que consolida a tendência conservadora da mais alta instância jurídica do país. Ex-assessor de George W. Bush que agora ocupa o Tribunal de Apelações dos EUA em Washington, Kavanaugh começou sua carreira como secretário do juiz Anthony Kennedy, e o sucederá no banco de nove lugares quando se aposentar no final do mês. “O juiz Kavanaugh tem credenciais impecáveis, qualificações insuperáveis e um compromisso comprovado de justiça igualitária perante a lei “, disse Trump ao anunciar sua escolha da Casa Branca. As informações são da Associated Press.

Kennedy serviu por muito tempo como o voto decisivo entre os conservadores e liberais da Suprema Corte, e sua partida deu a Trump uma oportunidade de colocar um selo decididamente conservador no banco. O presidente manteve o suspense durante dias sobre sua escolha para a vaga da Suprema Corte, restringindo a seleção a uma lista de quatro juízes, todos com sólidas credenciais de direita. “O juiz Kennedy dedicou sua carreira a garantir a liberdade. Sinto-me profundamente honrado em ser nomeado para ocupar seu lugar na Suprema Corte”, disse Kavanaugh, de 53 anos, ao receber a indicação. “Minha filosofia jurídica é direta. Um juiz deve ser independente e deve interpretar a lei, não fazer a lei”, disse ele.

Formado na Universidade de Yale, Kavanaugh demonstrou suas credenciais conservadoras em várias ocasiões, inclusive quando se opôs ao Obamacare, o abrangente plano universal de seguro de saúde promovido pelo antecessor de Trump, Barack Obama.

Mais tarde, Kavanaugh contribuiu para o relatório do promotor Kenneth Starr sobre o caso de Clinton com a estagiária da Casa Branca Monica Lewinsky. Depois de se mudar para a Casa Branca em 2001, Bush recrutou Kavanaugh como conselheiro jurídico, antes de nomeá-lo para o tribunal de apelação. Em 2012, Kavanaugh fez parte de um painel que descartou uma medida da Agência de Proteção Ambiental com o objetivo de reduzir a poluição do ar nos Estados Unidos.

Recentemente, ele discordou de uma decisão judicial que permite que adolescentes imigrantes em situação irregular façam aborto. Católico praticante e ativo em várias organizações religiosas, Kavanaugh é casado e pai de duas meninas.

Centenas de ativistas protestaram na noite de segunda-feira contra a escolha de Kavanaugh para a Suprema Corte em Washington D.C. e em New York após o anúncio de Trump.