Trump sofre impeachment pela 2º vez na Câmara. Agora com apoio Republicano

Trump entra para a história dos EUA como 1º presidente a sofrer dois impeachments durante sua gestão. Decisão segue para o Senado

0
504
Presidente está sendo julgado por incitar insurreição
Presidente está sendo julgado por "incitar insurreição" no episódio da invasão ao Capitólio (foto: Gage Skidmore)

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (13) o impeachment do presidente Donald Trump, acusado de “incitar insurreição” no episódio que envolveu a invasão ao Capitólio na última quarta-feira (6) e resultou na morte de cinco pessoas.

A resolução agora segue para votação no Senado, que está em recesso até o dia 19 de janeiro, um dia antes da posse do presidente eleito Joe Biden.

Trump entra para a história como o primeiro presidente americano a sofrer impeachment duas vezes.

 Ao contrário do processo anterior, em 2019, quando apenas os Democratas votaram para tirá-lo do cargo, desta vez dez membros do próprio partido Republicano votaram a favor da destituição do presidente.

O placar final ficou em 232 votos favoráveis ao impeachment e 197 contra.

Na tarde de terça-feira (12), Trump chamou o processo de impeachment de “caça às bruxas” e negou a responsabilidade pela violência no Capitólio.

O líder da maioria no Senado, o Republicano Mitch McConnell, adiantou que a Casa não deve se reunir para o julgamento antes de Trump deixar o poder.

Em nota aos colegas Republicanos, McConnell disse que não tomou uma decisão final sobre como votará e pretende ouvir os argumentos legais quando eles forem apresentados ao Senado.

Os dez deputados Republicanos que votaram a favor do impeachment de Trump foram:

  • John Katko – New York
  • Liz Cheney – Wyoming
  • Adam Kinzinger – Illinois
  • Fred Upton – Michigan
  • Jaime Herrera Beutler – Washington
  • Dan Newhouse – Washington
  • Peter Meijer – Michigan
  • Tom Rice – Carolina do Sul
  • Anthony Gonzalez – Ohio
  • David Valadao – Califórnia