Trump substitui Attorney General que questionou suas ordens executivas imigratórias

Sally Yates foi removida do cargo após desafiar veto temporário à entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana

0
3443
Dana Boente é substituto de Sally Yates
Dana Boente é substituto de Sally Yates

DA REDAÇÃO, COM CNN –  O presidente Donald Trump dispensou a Attorney General (o equivalente em português a ministra da Justiça), Sally Yates, na noite de segunda-feira (30), por ela “ter se recusado a aplicar uma lei que tem o objetivo de proteger os cidadãos americanos”, disse a Casa Branca em comunicado. “Yates traiu o Departamento de Justiça”, informou a nota. Yates, que foi nomeada por Obama, questionou a legalidade da proibição da entrada cidadãos de sete países de população majoritariamente muçulmana aos EUA.

Dana Boente, procurador de Justiça pelo estado da Virgínia, será o substituto de Sally. “Vou defender as leis de nosso presidente”, afirmou.

Segundo a CNN, Trump não ligou para Sally para dispensá-la, ela foi comunicada do afastamento por meio de uma carta.

“Minha responsabilidade é garantir que a posição do Departamento de Justiça não seja somente legalmente defensável, mas que seja baseada por nossa visão do que é a lei, depois de considerar todos os fatos”, disse ela em uma carta. “Além disso, sou responsável por assegurar que as posições que assumimos no tribunal permaneçam consistentes com a solene obrigação desta instituição de sempre buscar justiça e defender o que é certo”.

A ordem executiva assinada na sexta-feira (27) por Donald Trump barra a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana nos próximos 90 dias, proíbe a entrada de qualquer refugiado nos próximos 120 dias e suspende, por tempo ilimitado, o programa de acolhimento a refugiados sírios.