Trump teria mandado atirar em imigrantes na fronteira

Revelação está em livro escrito por repórteres do "New York Times"

0
1369
Livro certamente causará mais uma briga entre Trump e o New York Times (Foto de Gage Skidmore - Flickr)

O presidente Donald Trump cogitou mandar soldados atirarem nas pernas de imigrantes que atravessassem a fronteira sul dos EUA. A sugestão teria sido feita em março, em tensa reunião sobre o fechamento da fronteira.

A revelação está no livro “Border wars: inside Trump’s assault on immigration”, escrito por Michael Shear e Julie Hirschfeld Davis, repórteres do “New York Times”, sobre o qual o jornal publicou um trecho recentemente.

Na reunião, assessores tentaram dissuadir o presidente da ideia. Ele teria retrucado: “Vocês estão me fazendo parecer um idiota. O problema é meu”. Segundo os autores, colaboradores do governo viviam tentando afastá-lo de ideias que pudessem causar uma grave crise. Em outra ocasião, Trump teria recomendado fortalecer a fronteira com uma vala cheia de água e repleta de cobras e jacarés. E queria também que o muro fosse eletrificado, com espinhos no topo.

A Casa Branca explicou que o presidente deseja tornar comunidades mais seguras, fechando brechas perigosas que facilitam a entrada de cartéis de droga nos EUA. Vale lembrar que a construção de um muro na fronteira entre os EUA e o México foi um dos principais pontos da campanha de Trump à presidência em 2016.