Trump vence em Washington e se aproxima de nomeação para candidatura à Casa Branca

No Novo México, onde Trump fez um discurso, manifestantes lançaram pedras contra a polícia

0
3055
Trump em discurso após vitória
Trump em discurso após vitória

Da Redação com Agências – O magnata Donald Trump está cada vez mais próximo de garantir sua nomeação pelo Partido Republicano para concorrer à presidência dos EUA. Ele venceu, nesta terça (24), as primárias no estado de Washington.

A vitória significa que Trump está a menos de dez votos para ser o candidato Republicano à presidência. Ele tem 1229 e precisa somar 1237 delegados até julho.

Embora todos os demais pré-candidatos do partido tenham suspendido suas campanhas, as cédulas de Washington ainda continham os nomes de Ted Cruz, John Kasich e Ben Carson, e eleitores descontentes com o presumido candidato puderam expressar sua objeção.

Ainda assim, conforme o previsto, Trump conquistou a grande maioria dos 44 delegados do estado de Washington.

Para evitar a possibilidade de uma convenção disputada e chegar à reunião do partido, em julho, com sua nomeação já garantida, Trump precisa somar 1.237 delegados até lá. Ele não teria como alcançar o número apenas com os votos de Washington, mas deve ultrapassá-lo facilmente em 7 de junho.

Nessa data acontecem as últimas primárias do Partido Republicano, em Dakota do Sul, Novo México, Nova Jersey, Montana e Califórnia. Somados, os cinco estados têm 303 delegados a serem atribuídos.

A convenção do Partido Republicano acontece entre os dias 18 e 21 de julho, em Cleveland, Ohio. A eleição presidencial será no dia 8 de novembro.

Protestos

Um grupo de manifestantes contrários ao candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, lançou na terça-feira (24) pedras e garrafas contra a polícia que fazia a segurança no centro de convenções de Albuquerque, no estado do Novo México, onde o magnata fez um comício para seus simpatizantes.

A polícia informou sobre o incidente através do Twitter, mas negou que os agentes tenham usado gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes, como noticiaram alguns meios de comunicação.

As emissoras de televisão mostraram imagens de centenas de manifestantes que conseguiram romper o bloqueio de cercas metálicas montadas pela polícia e atearam fogo em alguns objetos na rua, muitos deles exibindo bandeiras do México.

Uma porta de vidro do centro de convenções acabou quebrando em consequência do impacto das pedras lançadas pelos manifestantes e os presentes ao comício de Trump tiveram que utilizar saídas secundárias para deixar o evento, já que a entrada principal estava bloqueada.

As forças da ordem informaram que ocorreram detenções dentro do recinto, depois que alguns manifestantes conseguiram entrar no local.

A retórica utilizada pelo magnata em seus discursos, que é vista como anti-imigrante e até racista entre alguns setores da sociedade americana, fez com que os protestos durante seus comícios sejam frequentes. Em março, o candidato se viu obrigado a cancelar um discurso em Chicago por episódios de violência entre os manifestantes e seus simpatizantes.