Turista inglesa desaparece em mata do Rio Grande do Sul

Natural de Londres, a britânica chegou ao município gaúcho há cerca de um mês e se hospedou em uma casa na Vila Dom José

0
1471
Katherine desapareceu em uma mata
Katherine desapareceu em uma mata

Agentes de Polícia Civil da pequena cidade de Alpestre, na região norte do Rio Grande do Sul, realizam buscas desde o início da tarde de quarta-feira (28) por uma turista inglesa desaparecida desde o domingo, 25. Katherine Sarah Brewster, de 27 anos, saiu para caminhar em direção a uma mata e não retornou mais.

Natural de Londres, a britânica chegou ao município gaúcho há cerca de um mês e se hospedou em uma casa na Vila Dom José. Segundo as investigações, Katherine tinha o costume de caminhar na mata e praticar meditação.

Katherine está no Brasil há dois anos para peregrinação na natureza e chegou em Alpestre por recomendação de amigos que conheceu em Florianópolis. Ela está hospedada na cidade do norte gaúcho desde 20 de fevereiro. Conforme depoimento dos proprietários da casa onde a turista está hospedada, Katherine tem uma filosofia de vida de contato com a natureza e saía com frequência para realização de meditação. A turista fala português fluente.

No domingo, a inglesa deixou a mala com seus pertences na residência e saiu com passaporte e cartão de crédito. A Polícia Civil de Alpestre trabalha com as hipóteses de que Katherine tenha saído voluntariamente sem ter comunicado o destino ou que tenha se perdido na mata.

Informações preliminares da Polícia Civil apontam que a britânica desapareceu levando o passaporte e o cartão de crédito. A polícia do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, está em alerta sobre o paradeiro da estrangeira, e o Consulado Britânico, com sede em São Paulo, já comunicou o desaparecimento da mulher aos familiares.