Ulta Beauty leva dois processos acusada de vender produtos usados como novos

Loja é paraíso dos perfumes, maquiagens e cosméticos nos EUA

0
2769
Ulta Beauty Foto: Business Wire
Ulta Beauty Foto: Business Wire

DA REDAÇÃO, COM ABC-  A Ulta Beauty – varejista de cosméticos com sede no estado de Ilinois – está sendo acusada de vender produtos usados como novos, em dois processos judiciais. De acordo com os processos, a loja revende aos consumidores produtos devolvidos, que os compradores acreditam serem novos.

De acordo com ex-funcionários da loja, produtos devolvidos por clientes são ‘limpos’ e recolocados nas prateleiras como se fossem novos. “Nós inclusive somos orientados pela gerência a fazer isso”, disse uma ex-funcionária no processo movido contra a empresa.

Como resultado, os clientes estão expostos a bactérias como o E.coli em produtos reutilizados. Outra ex-funcionária, que também moveu um processo contra a empresa, postou no Twitter fotos de produtos usados sendo vendidos como novos.

À ABC, o porta-voz da empresa disse que “as políticas da Ulta Beauty não permitem a revenda de produtos devolvidos, danificados ou com data de validade expirada. Nós protegemos a integridade de nossos produtos e, qualquer afirmação contrária a essa prática, é inconsistente”.