Vítimas de massacre em escola de Parkland podem se qualificar para visto U

Escritório de advocacia de Pompano Beach vai prestar consultoria gratuita para interessados

0
4105
VISTO-U
VISTO-U

Imigrantes indocumentados vítimas – direta ou indiretamente – do massacre na escola Marjory Stoneman Douglas High School, em Parkland (FL), podem se qualificar para obtenção do visto U, caso obedeçam alguns critérios. De acordo com o portal do U.S. Citizenship and Immigration Services (USCIS), um estrangeiro que tenha sido vítima de um crime nos Estados Unidos pode se qualificar para o status U de não-imigrante. O visto U é concedido a vítimas de certos crimes que sofreram significativo abuso físico e mental e desejam ajudar autoridades do governo e da Justiça na investigação e no processo da atividade criminosa.

“Vítimas de crimes descrito em estatuto e delineados no formulário i918b podem, mediante certificação de status de vítima feita pela agência investigadora do caso, pleitear um visto para si e familiares diretos um visto válido por pelo menos 3 anos, que, consequentemente abre caminho para residência legal permanente”, explica a advogada de imigração, Renata Castro, com escritório em Pompano Beach (FL).  “Inclusive pessoas que tem ordem de deportação qualificam para esse benefício”, completa a advogada.

Aconselhamento gratuito

O escritório Castro Legal Group – 1937 East Atlantic Boulevard Suite 106, Pompano Beach 33060 – vai oferecer gratuitamente, neste sábado (17), entre 2:30 e 4:30pm, explicações sobre para pessoas que foram vítimas do ataque na escola. O atendimento será coletivo e os esclarecimentos feitos pela advogada Renata Castro, que irá discutir opções legais para essas pessoas. Mais informações sobre o evento: 954-324-7814.