Walter Salles lembra quatro anos da tragédia de Mariana

Curta do premiado diretor traz uma visão ficcional do rompimento da barragem na cidade mineira

0
1268
Walter Salles (Foto: Tabercil)
Walter Salles (Foto: Tabercil)

No 4º aniversário da tragédia de Mariana, em Minas Gerais, o filme do diretor Walter Salles sobre o rompimento da barragem da Samarco será exibido pela primeira vez na televisão brasileira. O curta-metragem está na programação do Canal Brasil em novembro e explora a visão ficcional do cineasta sobre a tragédia que deixou 19 mortos e uma pessoa desaparecida.

“Quando a Terra Treme”, título dado ao curta, fala do acidente que espalhou lama por mais de 600 km naquela região, em 2017. Na verdade, o trabalho de Salles fez parte de um projeto coletivo maior, do diretor chinês Jia Zhang-ke, com participações de vários cineastas. “Não era somente o maior crime ambiental da história do país, mas também um retrato da gritante impunidade brasileira”, disse o diretor de Central do Brasil, lembrando as vidas que foram ceifadas. Ele usou como ponto de partida exatamente a situação da vítima que jamais foi encontrada e ainda hoje é dada como desaparecida. “Numa família de três pessoas profundamente unidas, o que acontece quando uma delas desaparece na tragédia?”, questionou Salles.