West Palm Beach se declara ‘Welcoming City’ para imigrantes

Segundo o prefeito, título é uma resposta à política anti-imigrante de Donald Trump

0
15860
West Palm Beach é considerada cidade-santuário
West Palm Beach é considerada cidade-santuário

DA REDAÇÃO, COM PALM BEACH POST – O governo Trump tem voltado a artilharia para as cidades-santuário – denominação dada a locais que protegem imigrantes indocumentados – e em resposta a isso, prefeitos de dezenas cidades americanas têm mostrado que são a favor dos imigrantes. A prefeitura de West Palm Beach, por exemplo, declarou esta semana que a cidade é “Welcoming City” para imigrantes irregulares. Isso quer dizer que os agentes municipais não vão reportar os imigrantes irregulares para o U.S. Immiigration and Customs Enforcement (ICE),  a não ser que haja uma ordem judicial específica para tal.

A resolução – não uma lei – foi aprovada depois de mais de uma hora de audiência pública com muitas pessoas a favor da medida, mas muitos contrários. Entre as medidas aprovadas estão:

– Está proibido perguntar qualquer pessoa por informações relativas à sua cidadania ou status imigratório.

–  Divulgar informações sobre a cidadania de alguém ou status de imigração.

– Condicionar benefícios, oportunidades ou serviços ao status imigratório do morador.

– Qualquer tipo de prisão vai ser conduzida de acordo com os padrões da cidade.

Palavra do prefeito

“Nós queremos ter certeza que as pessoas estarão seguras em West Palm Beach e que esta cidade é um lugar onde todo mundo quer estar”, disse o prefeito Jeri Muoio.

O prefeito acrescentou que algumas crianças filhas de imigrantes estão deixando de frequentar a escola por medo da Imigração. “As crianças estão com medo de algo aconteça com seus pais e os pais temem por seus filhos”, completou o prefeito.

A commissioner (vereadora) Paula Ryan disse que a cidade vem recebendo ligações e e-mails todos os dias de imigrantes com medo de serem deportados. Segundo ela, alguns pais de crianças americanas temem serem deportados e consultando advogados para impedir que as crianças fiquem sob a custódia do Estado.

A maior parte da comunidade é a favor da medida, porém, alguns são radicalmente contrários, já que, para eles, estão descumprindo uma lei federal. “Nós não estamos descumprindo a lei. Está muito claro quando a lei deve ser cumprida”, enfatizou.  “Imigrantes que descumprirem a lei serão tratos como qualquer outra pessoa”.

Oponentes da medida

Indivíduos contrários à resolução falaram sobre os crimes cometidos por imigrantes ilegais e disseram que a Cidade tem a obrigação de cumprir a decisão federal relativa à imigração.

Opponents spoke of crimes committed by illegal immigrants and said the city had an obligation to back the federal government in enforcing immigration laws. “Se os representantes do povo não estão dispostos a cumprirem o juramento que fizeram ao assumirem seus cargos, da próxima vez, vocês vão me ver no tribunal acompanhada do meu advogado”, disse a mulher que teve o apoio de parte da plateia.