Youtube seleciona 35 brasileiros para o projeto #YoutubeBlack Vozes Negras

Ao todo são 132 selecionados do Brasil, África do Sul, Austrália, Estados Unidos, Nigéria, Quênia, e Reino Unido

0
439
Entre os criadores e artistas que fazem parte da primeira turma global, 35 deles são brasileiros (Foto: Divulgação)
Entre os criadores e artistas que fazem parte da primeira turma global, 35 deles são brasileiros (Foto: Divulgação)

Ao longo da história, os artistas negros inovaram e influenciaram todos os gêneros musicais de maneiras incomensuráveis. Para celebrar e estimular a arte negra em todo o mundo, o Youtube desenvolveu um programa intitulado #YouTubeBlack Voices – uma iniciativa dedicada a incentivar criadores e artistas negros em ascensão com os recursos para ter sucesso em nossa plataforma.

Entre os criadores e artistas que fazem parte da primeira turma global, 35 deles são brasileiros. Nomes da música como Péricles, Rael, Urias e Mc Carol, estão entre os selecionados que vão participar do programa e receberão um financiamento para investir na melhoria dos conteúdos e estrutura dos seus canais.

Ao todo são 132 selecionados do Brasil, África do Sul, Austrália, Estados Unidos, Nigéria, Quênia, e Reino Unido e, entre eles, há músicos, empresários de beleza, comediantes, ativistas, poetas, treinadores, professores, pais e fotógrafos. Ao todo serão 100 milhões de dólares dedicados a amplificar e desenvolver vozes e histórias negras.

Nos próximos meses, o YouTube trabalhará em estreita colaboração com os criadores para ajudá-los a prosperar na plataforma. Isso incluirá suporte dedicado do YouTube e um financiamento inicial com valores entre 10 mil e 50 mil dólares para investir na estrutura do canal.

Os selecionados também participarão de programas de networking e treinamentos personalizados da Incubadora de Criadores do YouTube, uma experiência imersiva de três semanas que conta com workshops virtuais para ajudar em produções e na administração do negócio.

10ocupados

O grupo de humor começou brincando com o cotidiano e antigas brincadeiras de rua e hoje acumula mais de 4 milhões de inscritos na plataforma.

AD Junior

Trabalha como especialista em Marketing Digital e em suas redes trata de assuntos ligados à representatividade, além de prestar consultoria em estratégia de diversidade e questões raciais para grandes empresas no Brasil.

Ana Paula Xongani

Seus trabalhos já a levaram para muitos lugares, entre eles para a TV, onde apresenta o programa Se Essa Roupa Fosse Minha, no GNT, sobre moda consciente. Nas redes, produz conteúdos próprios e para empresas. Realizou à convite da Obama Foundation o minidoc “Por que precisamos voltar à escola”, sobre educação de meninas negras.

Beleza Negra – Patrícia Avelino

Começou no YouTube em 2010, com conteúdo voltado à valorização da beleza da mulher negra, com vídeos sobre sobre cabelo crespo, maquiagem, resenhas e mais.

Camila Nunes

Formada em Maquiagem e Estética, mora em Niterói, e criou o canal em 2012 para ajudar mulheres de pele negra a se auto maquiar, além de compartilhar dicas de tudo relacionado ao universo feminino.