100% do Palmeiras na Libertadores

0
267
Rony tem 13 gols na Libertadores (Foto: Staff Images/Conmebol)
Rony tem 13 gols na Libertadores (Foto: Staff Images/Conmebol)

Os times brasileiros que disputam a Taça Libertadores da América e a Copa Sudamericana entraram em campo esta semana para jogar a Terceira rodada destas competições.

O destaque positivo ficou para o Palmeiras, que tem 100% de aproveitamento em três partidas, e o negativo foi propiciado pelo América-MG que perdeu de virada em casa para o Tolima da Colômbia.

Nos jogos de terça-feira (26), os brasileiros não foram bem.

Furacão fracassa em Assunção 

O Athletico não fez bom jogo e perdeu de 1 a 0 para o Libertad, no Defensores del Chaco. O gol foi marcado por Riveros, de calcanhar, no segundo tempo. O atacante Pablo ainda desperdiçou um pênalti na reta final da partida. Com a derrota, o Furacão ficou na segunda colocação e viu o time paraguaio abrir três pontos na liderança do Grupo B.

O Athletico volta a campo contra o América-MG no sábado (30), no Independência, pela quarta rodada do Brasileirão. Na Libertadores, o Furacão visita o The Strongest na terça-feira (3) na Bolívia. O Libertad encara o Caracas no mesmo dia.

Galo fica no empate

Com o gol anotado, Hulk alcançou um feito que ninguém conseguia no Atlético há mais de uma década. Foi o 50º gol do atacante pelo clube, marca alcançada em apenas 82 partidas (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)
Com o gol anotado, Hulk alcançou um feito que ninguém conseguia no Atlético há mais de uma década. Foi o 50º gol do atacante pelo clube, marca alcançada em apenas 82 partidas (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)

O Atlético-MG empatou a segunda seguida na Libertadores. Em Sangolquí, Galo e Independiente Del Valle fizeram um jogo de dois tempos completamente distintos pela 3ª rodada do Grupo D. Na primeira metade, o time brasileiro dominou completamente as ações e saiu na frente com Hulk. Na etapa final, os equatorianos massacraram, chegaram ao empate com Sornoza e, por pouco, não viraram o placar. Na balança final, o Atlético deixa o Equador com o alívio do ponto conquistado e a manutenção da longa invencibilidade na competição.

Com o empate, o Galo chegou ao 16º jogo seguido sem derrota na Libertadores. O time igualou a segunda maior série da história da competição, do Corinthians, entre 2012 e 2013. O recorde pertence a Flamengo (20/21) e Sporting Cristal-PER (62/69), com 17 partidas de invencibilidade.

O Atlético-MG volta a campo neste sábado (30), quando visita o Goiás em Goiânia, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na Libertadores, o próximo compromisso é diante do rival América-MG, no dia 3 de maio, no Independência.

Massa Bruta é derrotado em La Plata

O Red Bull Bragantino perdeu por 2 a 0 para o Estudiantes. Os gols da partida, disputada no estádio Jorge Luis Hirschi, na Argentina, saíram no segundo tempo. Rogel e Boselli, ex-Corinthians, balançaram as redes para os donos da casa.

O time argentino chega a sete pontos e se isola na liderança do Grupo C. O Bragantino continua na segunda colocação, com quatro pontos, porém, vê o Nacional-URU encostar. Os uruguaios têm a mesma pontuação e estão em terceiro. O Vélez-ARG, com um ponto, é o quarto e último colocado da chave.

Na quarta rodada, o Bragantino encara o Vélez, na quinta-feira (5), no estádio Nabi Abi Chedid. Antes, o Massa Bruta tem um jogo contra o Ceará, no sábado (30), no Castelão, pelo Brasileiro.

Timão faz lição de casa

Uma noite iluminada de Maycon levou o Corinthians à vitória por 2 a 0 sobre o Boca Juniors, na Neo Química Arena, pela terceira rodada do Grupo E da Libertadores da América. O meia fez os dois gols do Timão, um em cada tempo, e deu justiça à superioridade corintiana na partida, celebrada com gritos de “olé” pela torcida. 

O Corinthians volta a campo no domingo (1). Recebe o Fortaleza na Neo Química Arena pelo Brasileirão. Na Libertadores, o próximo jogo é semana que vem, na quarta-feira (4) na Colômbia, contra o Deportivo Cali.

Nos jogos de quarta-feira (26), só Coelho decepciona.

Fortaleza obtém 1ª vitória na Liberta

Foi sofrido. Mas o Fortaleza chegou à primeira vitória na Libertadores na história. Com gols de Romero e Hércules, o Leão bateu o Alianza Lima por 2 a 1 na Arena Castelão. O Fortaleza tem três pontos no grupo F. O Alianza Lima ainda não pontuou.

O Fortaleza duela com o Corinthians no domingo (1), pela quarta rodada da Série A do Brasileiro. O Fortaleza encontra o River Plate no dia 5 de maio, no Castelão, pela quarta rodada da Libertadores. O Alianza Lima duela com o Colo Colo no mesmo dia, em casa.

Derrota doída 

O América-MG tinha tudo para vencer a primeira na fase de grupos da Libertadores. Mas, incrivelmente, o time vencia por 2 a 1 até os 40 minutos do segundo tempo. Não conseguiu segurar o placar. Nos minutos finais, levou os dois gols da virada do Tolima pela terceira rodada do grupo D. No Independência, 3 a 2 para os colombianos, com o atacante Plata marcando duas vezes. Agora, o Coelho é o lanterna da chave, e terá o Atlético-MG (vice-líder) na terça-feira, em casa.

Agora, o América-MG volta a focar no Campeonato Brasileiro. Vem de derrota para o Santos na Vila, e enfrentará o Athletico-PR também no Independência, no sábado (30). Na sequência, joga em casa contra o Atlético-MG, na terça (3), pela quarta rodada do grupo D da Libertadores.

Verdão 100%

Desta vez não teve goleada, mas o Palmeiras manteve os 100% de aproveitamento na Libertadores ao vencer o Emelec por 3 a 1, em Guayaquil, pela terceira rodada do Grupo A da competição. Mais uma vez sem boa parte dos titulares, o Verdão começou bem, abriu vantagem com gols de Rony e Gabriel Veron, mas chegou a sofrer pressão no segundo tempo e um gol de Rojas – apesar do “calor” do Emelec no fim, o time de Abel Ferreira soube segurar o resultado e ainda marcou um golaço improvável com Breno Lopes, já nos acréscimos, tentando cruzamento e encobrindo o goleiro rival. Depois de golear Deportivo Táchira e Independiente Petrolero, o Verdão voltou a cumprir seu papel e se aproximar da classificação.

Com o gol marcado no primeiro tempo, Rony se tornou o maior artilheiro do Palmeiras na história da Libertadores, com 13 gols – superando Alex, com 12. Além disso, o Verdão ampliou sua sequência invicta como visitante na Libertadores: são 17 jogos sem perder fora de casa, recorde absoluto.

O Palmeiras volta a campo no próximo sábado (30) para enfrentar a Juazeirense, na Arena Barueri, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Pela Libertadores tem jogo na próxima terça-feira (3), contra o Independiente Petrolero, na Bolívia.

Flu somente empata e Abel Braga cai

Abel Braga deixa o Flu e diz que sua carreira como técnico no Brasil acabou (Foto: Mailson Santana/Fluminense)
Abel Braga deixa o Flu e diz que sua carreira como técnico no Brasil acabou (Foto: Mailson Santana/Fluminense)

O Fluminense voltou a jogar mal e não conseguiu sair do 0 a 0 com o Unión Santa Fe, nesta terça-feira (26), pela 3ª rodada da Copa Sul-Americana, no Maracanã. O Tricolor teve a chance de vencer nos acréscimos, após o árbitro marcar pênalti, mas a cobrança de Fred parou nas mãos do goleiro Mele. O Flu até teve mais posse de bola, mas pecou na criação de jogadas e ofereceu pouco perigo ao adversário. O Unión, por sua vez, teve mais chances de marcar e viu seu goleiro defender o pênalti.

O Fluminense volta a campo no domingo (1) para encarar o Coritiba, no Couto Pereira. Pela Sul-Americana, enfrenta o Junior Barranquilla na quarta (4), no Maracanã.

Vovô mostra força na Sula

Os criticados foram exaltados. Com gols de Erick e Messias, por 2 a 0, o Ceará bateu o General Caballero, nesta terça-feira (26), em Assunção, no Paraguai, pela terceira rodada da Sul-Americana. O Ceará é o líder do Grupo G, com nove pontos. O General Caballero é o lanterna, com um ponto. 

O Ceará recebe o Bragantino no sábado (30), na Arena Castelão, pela Série A do Brasileiro. Pela Sul-Americana, duela com o La Guaira em casa, no dia 3 de maio. O General Caballero joga diante do Independiente, em casa, no mesmo dia.

Dourado perde o brilho

O Cuiabá tentou, pressionou, mas perdeu para o River Plate-URU pela Sul-Americana. Com time reserva, o Dourado foi derrotado por 2 a 1 para o time uruguaio na Arena Pantanal, na noite de quarta-feira (27), pela terceira rodada do Grupo B da competição continental. Salaberry e López marcaram para o River, enquanto Marquinhos descontou para o Cuiabá.

O Cuiabá volta a campo no próximo sábado (30) diante do Atlético-GO, pelo Brasileirão. A partida será na Arena Pantanal. Pela Sul-Americana, recebe o Racing, na terça-feira (3), também na Arena Pantanal. O River Plate mede forças contra o Melgar, no mesmo dia, no estádio Centenário de Montevidéu.

Colorado vence fora de casa

O Inter venceu a primeira partida na Sul-Americana. Em Pereira, na Colômbia, na noite desta terça-feira (26), vitória sobre o então líder Independiente Medellin, por 1 a 0, com gol de Alexandre Alemão em assistência de Rodrigo Dourado, aos oito minutos do segundo tempo. O goleiro Daniel foi decisivo ao evitar chances claras de gol do time colombiano. Com o resultado, o Colorado assumiu provisoriamente a liderança do Grupo E.

O Inter volta a campo no domingo pelo Brasileirão. Partida contra o Avaí, no estádio Beira-Rio. Na competição continental, enfrenta o Guaireña na quinta-feira (05), em Assunção.

Vacilo continental!

O Atlético-GO vencia por 1 a 0 até os 41 do segundo tempo, mas permitiu ao Antofagasta uma virada histórica em apenas três minutos. O time chileno aproveitou a bobeada do Dragão na reta final da partida, entre os 41 e 44 da etapa final, e ganhou por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (27), no estádio Bicentenário, no norte do Chile, pela terceira rodada do Grupo F da Sul-Americana. Noga marcou para o Rubro-Negro, enquanto Jason Flores e Manuel López viraram para o Puma. 

O Atlético-GO volta a campo no sábado (30), quando visita o Cuiabá, pela 4ª rodada do Brasileirão. Pela Sul-Americana, o próximo compromisso do Dragão será contra o Defensa y Justicia, na próxima quarta-feira (4), no Antônio Accioly. O time rubro-negro vive momento turbulento e já não vence há quatro partidas.


Miami Heat está nas semifinais da NBA

O ala do Miami Heat, Victor Oladipo, desempenhou papel importante na vitória de seu time no jogo 5 sobre o Atlanta Hawks (Foto: Heat Nation)
O ala do Miami Heat, Victor Oladipo, desempenhou papel importante na vitória de seu time no jogo 5 sobre o Atlanta Hawks (Foto: Heat Nation)

Confirmando seu favoritismo, o Miami Heat não tomou conhecimento do Atlanta Hawks e garantiu vaga na semifinal da Conferência Leste da NBA ao bater o Atlanta Hawks por 4 a 1 no playoff. Além dos craques Jimmy Butler, Bam Adebayo, Kyle Lowry e Tyler Herro, o time do sul da Flórida agregou outro talento ao seu elenco: Victor Oladipo, recuperado após cirurgia de quadril na última temporada.

Como os fãs do Heat sabem, Oladipo lutou com lesões ao longo de sua carreira. É uma das razões pelas quais o Heat conseguiu adquiri-lo tão facilmente na última temporada. Pouco depois de se juntar ao Heat no ano passado, no entanto, foi anunciado que ele passaria por uma cirurgia no quadríceps.

“Estaria mentindo se não dissesse que esses pensamentos passaram pela minha cabeça”, disse ele quando Adrian Wojnarowski perguntou se ele considerava se aposentar depois de passar por outra cirurgia séria na parte inferior do corpo. “Como eu disse, tenho lutado antes mesmo de nascer. Para desistir disso, eu olharia para trás e me odiaria por isso. Pode ter passado pela minha cabeça uma vez sobre o que acabamos de falar, mas eu me trouxe de volta à terra e percebi: ‘Mano, não, você não pode desistir’. É assim que eu quero que as coisas terminem.”

Indo para os playoffs este ano, havia dúvidas sobre se Oladipo estaria ou não na rotação do Heat. Na verdade, ele não jogou em cada um dos três primeiros jogos. Ele então jogou no jogo 4 e viu 23 minutos de ação.

No entanto, foi uma história muito diferente no jogo 5. Antes do jogo, foi anunciado que o astro Jimmy Butler perderia o confronto devido a uma inflamação no joelho. Imediatamente ficou claro que Oladipo teria que injetar alguns pontos no time do Heat.

O que se seguiu foi um desempenho magistral de 23 pontos, no qual ele acertou 8 de 16 do campo, 3 de 6 de profundidade e 4 de 4 da listra no jogo decisivo da série.

À medida que o Heat avança para a próxima rodada dos playoffs, será fascinante ver qual é o papel de Oladipo na rotação da equipe depois de ter provado que pode se apresentar em alto nível no grande palco.