30% aprovam e 36% desaprovam governo Bolsonaro, diz pesquisa

Popularidade de Moro continua em alta: ele foi avaliado como ótimo ou bom por 53% dos entrevistados

0
1314
Levantamento mostrou também um aumento no otimismo da população em relação à economia do país e ao governo do atual presidente (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom - Agência Brasil)

Pesquisa Datafolha divulgada no domingo, dia 8, mostra que parte da população voltou a ter expectativa positiva em relação à economia. Assim, a taxa de aprovação do governo Bolsonaro passou de 29% para 30% na primeira semana de dezembro, enquanto a de reprovação, que havia passado de 30% para 38% desde a posse, ficou em 36%, ambas dentro da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O otimismo em relação à atividade econômica nos próximos meses aumentou para 43%, ante 40% em agosto e 50% no início do governo.  A taxa de aprovação ao trabalho da equipe econômica subiu de 20% para 25%, e a do combate ao desemprego foi de 13% para 16%. Para 55%, a crise que o Brasil atravessa vai demorar para acabar, e o país não voltará a crescer tão cedo. Já 37% acham que a crise será ultrapassada em meses.  Em relação ao combate à corrupção, a aprovação caiu de 34% para 29%, enquanto a reprovação subiu de 44% para 50%.

De acordo com a pesquisa, 43% nunca confiam no que Bolsonaro fala; 37% acham que suas declarações só merecem credibilidade às vezes; e 19% sempre acreditam no que ele fala. Sobre a imagem do Brasil no exterior, 39% acham que piorou; 25% dizem que o prestígio ficou igual; e 31% afirmam que melhorou.

Outro dado interessante do levantamento diz respeito à popularidade do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. A aprovação do ex-magistrado continua em alta: ele foi avaliado como ótimo ou bom por 53% dos participantes da pesquisa. O Datafolha entrevistou pessoalmente 2.948 pessoas em 176 municípios, em locais de grande circulação.