Abrir as portas para imigrantes pode ser a solução para a falta de trabalhadores e para reduzir a inflação, diz CEO da US Chamber of Commerce

Suzanne Clark disse a repórteres que governo deveria reduzir os obstáculos para trazer imigrantes legais, que querem estudar e trabalhar nos EUA

0
3635
Presidente da US Chamber of Commerce, Suzanne Clark

Dar as boas-vindas a imigrantes que queiram estudar e trabalhar nos Estados Unidos e vir de forma legal, ajudaria a reduzir a falta de mão-de-obra no País e a reduzir a inflação. Essa é a opinião de Suzanne Clark, CEO da Câmara de Comércio dos Estados Unidos.

Suzanne acredita que essa também seria uma forma de diminuir os gargalos nas cadeias de suprimento e na falta de caminhoneiros, o que ajudaria a reduzir a inflação.

“Precisamos de mais trabalhadores. Temos que abrir as portas para estrangeiros que queiram vir, ir para a escola e ficar de forma legal. O governo pode contribuir para isso, facilitando a entrada desses imigrantes”, disse a CEO.

Ela completou: “Se pudermos aliviar essa falta de trabalhadores, esse seria o caminho mais rápido para gerar um impacto na inflação”.

Pelo menos 3.6 milhões de trabalhadores pediram demissão nos EUA desde abril de 2021. Muitos usaram a pandemia como uma oportunidade de procurar trabalhos melhores, com salários mais altos, menos horas trabalhadas e trabalhos remotos. Outros decidiram mudar de carreira ou se aposentar. As indústrias mais afetadas são a de hotelaria, turismo e comércio.

No caso das cadeias de suprimentos, a falta de pessoas para trabalhar nas lavouras e dirigindo caminhões para transportar as mercadorias, reduz a oferta de produtos e colocam pressão para o aumento de preços.