Adolescente que atirou em manifestantes em Wisconsin pode pegar prisão perpétua

Kyle Rittenhouse, de 17 anos, foi acusado de matar duas pessoas e ferir outra

0
2013
Kyle Rittenhouse (D), de 17 anos, veio armado do Illinois com intuito de participar da repressão aos protestos em Wisconsin (Reprodução/TV)

Kyle Rittenhouse, o adolescente de 17 anos acusado de atirar e matar duas pessoas durante um protesto contra brutalidade policial em Kenosha, Wisconsin, foi formalmente denunciado pela promotoria por homicídio de primeiro grau e outros crimes.

Rittenhouse foi preso na quarta-feira (26) em Kenosha depois de atirar em várias pessoas que protestavam contra a violência policial. A razão do protesto, que descambou em desordem civil, foi a ação da polícia contra um morador da cidade, Jacob Blake, alvejado com sete tiros pelas costas na frente dos filhos no domingo (23). Os tiros deixaram Blake paralisado da cintura para baixo.

Na quinta-feira, o procurador-geral do condado de Kenosha, Michael Graveley, denunciou o processo contra o rapaz: homícidio doloso (quando há intenção de matar) de primeiro grau, homicídio culposo em primeiro grau e conduta perigosa de primeiro grau. Se condenado pela primeira acusação ele pode pegar prisão perpétua.

O rapaz ainda vai responder por posse de arma perigosa com menos de 18 anos. Rittenhouse está detido no Lake County Judicial System, em Illinois.

Segundo a denúncia da promotoria, Rittenhouse demonstrou “total desprezo pela vida humana”, que o levou a “causar a morte de Rosenbaum”, “intenção de matar” Huber, e “tentar causar a morte” de Grosskreutz. Joseph Rosenbau e Anthony Huber morreram e Gaige Grosskreutz ficou ferido.

Lin Wood, advogado do adolescente, disse que Rittenhouse agiu em “legítima defesa”.