Adolescentes são presos na Flórida acusados de planejar tiroteio em massa na escola

Dois alunos da Villages Charter Middle School, em Lady Lake, planejaram massacre semelhante ao de Columbine High, diz a polícia

0
5117
Cidade de Lady Lake fica a cerca de uma hora de Orlando

Dois adolescentes foram presos na quinta-feira (26), na região central da Flórida, depois que as autoridades descobriram que a dupla planejava um massacre a tiros na escola onde estudavam, no estilo do tiroteio na Columbine High School, que aconteceu em 1999 e matou 15 pessoas, informou a ABC.

Os dois rapazes, de 13 e 14 anos e que não tiveram os nomes revelados, foram presos acusados de conspirar para assassinato e postos em custódia do Department of Juvenile Justice, informou em nota à imprensa o sheriff do condado de Sumter. Os dois planejavam atacar a Villages Charter Middle School, em Lady Lake, cidade que fica a cerca de uma hora de Orlando.

A polícia e a direção da escola souberam do plano na terça-feira (24), segundo o informe. As prisões foram feitas depois que “as autoridades souberam e desbarataram um plano para promover um tiroteio em massa na escola deles”.

Na terça-feira, depois da aula, “os diretores da escola ficaram sabendo de alguns rumores que circulavam entre os alunos”, diz a nota da polícia. “Os boatos indicavam que alguns alunos planejavam um tiroteio em massa na escola hoje, 27 de janeiro. Testemunhas disseram que alguns alunos foram avisados para não ir à escola nesta sexta-feira.”

No dia seguinte, os dois alunos confessaram que haviam falado sobre um tiroteio em massa na escola.

A nota da polícia diz que o “aluno de 13 anos acusado de planejar o ataque foi abordado pelas autoridades no caminho da escola. Na ocasião, ele admitiu ter conversado sobre o plano e ter feito referências ao tiroteio na Columbine High School.”

Durante a conversa com o adolescente, as autoridades “descobriram que um outro aluno, de 14 anos, estava envolvido no plano, e rapidamente o localizaram na escola”, diz a nota. “O rapaz de 14 anos admitiu o envolvimento em conversas com o de 13 sobre o tiroteio de Columbine. O aluno disse à policia que os dois planejaram um ataque.”

Nenhuma arma foi encontrada nas mochilas ou armários dos dois, disse a polícia.

Na quinta-feira, os dois foram presos em casa, depois de emitido um mandato. Uma busca descobriu armas de fogo nas casas de cada um, em Fruitland Park e Wildwood, respectivamente. O rapaz de 13 anos foi preso pelo sheriff do condado de Lake, e o de 14 pelo sheriff do condado de Sumter.

A escola teve o policiamento reforçado na sexta-feira (27)