Adriano Martins, nosso representante no Canadá

0
2577

O amazonense Adriano Martins está animado para voltar ao octógono após quase dez meses sem um combate. O resultado da última batalha não é uma lembrança agradável. A derrota para Léo Santos expôs a lesão no joelho do lutador, que passou por três cirurgias e agora diz estar 100% para voltar a vencer no Ultimate. O próximo adversário é o canadense Kajan Johnson, no UFC 215, marcado para o dia 9 de setembro, em Edmonton (CAN).

Segundo lutador que está radicado na Flórida, as cirurgias foram um obstáculo grande, mas com todo o apoio, vem conseguindo se preparar para a próxima luta. E este novo combate é encarado como o início de um novo capítulo na carreira. “Eu revi muita coisa. A cirurgia me atrapalhou muito, mas aconteceu isso. Estou confiante, sempre treinei muito. Treino no país melhor do mundo, com os melhores, com a melhor equipe, muita coisa é acessível. Então não tem porque pensar em derrota, pois já lutei contra os melhores do mundo e nunca escolhi luta. Sempre tive a mentalidae de que minha próxima luta seria contra o melhor, e vou lá no Canadá vencê-lo”.

Seu adversário é canadense e vai lutar em casa. Com 33 anos, tem 21 vitórias, 12 derrotas e um empate na carreira. O atleta vive bom momento, já que bateu seus dois últimos adversários: Lipeng Zhang e Naoyuki Kotani, ambos por decisão unânime.

Brasil continua invicto

O Brasil jogou o suficiente para manter a invencibilidade na Era Tite, embora tenha perdido o 100% de aproveitamento. Na 16ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mudo de 2018 na Rússia, a Seleção Brasileira empatou em 1 a 1 com a Colômiba, após o golaço marcado por William no final do primeiro tempo. Ele conclui com maestria uma boa jogada iniciada com o lançamento de Daniel Alves, que teve um toque genial de Neymar e a conclusão do meia do Chelsea. Na segunda etapa, os colombianos empataram com o gol de cabeça de Falcão e todos ficaram satisfeitos com o resultado. Os brasileiros por terem mantido a invencibilidade e os anfitriões por não terem sido derrotados em casa pela melhor seleção das Eliminatórias da América do Sul. A seleção cafetera, que ocupa a 3ª colocação, encerra sua participação nas Eliminatórias em outubro recebendo o Paraguai em Barranquilla e enfrentando o Peru em Lima.

Argentina e Chile em perigo

Duas seleções que eram apontadas como prováveis classificadas para a Rússia 2018 podem nem mesmo figurar entre as 32 participantes. A Argentina, agora dirigida por Jorge Sampaoli, não passou de dois empates – 0 a 0 com Uruguai em Montevidéu (resultado aceitável) e 1 a 1 com a Venezuela em Buenos Aires (resultado decepcionante). Agora, os albiclelestes precisam derrotar o Peru em casa e bater o Equador em Quito nas duas últimas rodadas. Já o Chile, campeão das duas últimas Copa América, vem tendo atuações frustrantes para seus torcedores. Perdeu em Santiago para o Paraguai por 3 a 0 e depois foi derrotado pela já desclassificada Bolívia por 1 a 0 em La Paz. Agora, se quiser carimbar seu passaporte para Rússia, precisa vencer o Equador em Santiago e derrotar o invicto Brasil no Allianz Parque em São Paulo.

Boas surpresas

Peru e Paraguai não estavam entre as seleções cotadas para se classificar, entretanto, vêm surpreendendo as favoritas e ainda estão firma na luta por uma das cinco vagas – o quinto classificado enfrentará a Nova Zelândia, campeã da Oceania em jogos de repescagem. O Peru bateu a Bolívia em casa e o Equador em Quito, ambos pelo placar de 2 a 1. Já o Paraguai teve boa atuação contra os chilenos, porém, perdeu em Assunção para os uruguaios por 2 a 1 prejudicando suas chances.

Uruguai quase lá

Com exceção do Brasil, já classificado e campeão do grupo com 37 pontos, e Bolívia e Venezuela sem nenhuma chance de classificação, as outras sete seleções estão em um,a briga encarniçada pelas quatro vagas restantes. A 17ª rodada reserva três jogos chaves para as Eliminatórias da América do Sul: Chile (6º) x Equador (8º); Argentina (5º) x Peru (4º), e Colômbia (3º) x Paraguai (7º). Completam a rodada, Bolívia x Brasil em La Paz e Venezuela x Uruguai, na pátria de Nicolás Maduro. Na última rodada, mais duelos interessantes: Equador x Argentina em Quito; Uruguai x Bolívia. Em Montevidéu; Paraguai x Venezuela, em Assunção; Peru x Colômbia, em Lima, e Brasil x Chile, e, São Paulo.

Seleções já classificadas

Além da Rússia, país-sede, e Brasil, que já havia carimbado passaporte para a Copa do Mundo, outras seleções já confirmaram presença no maior evento futebolístico entre seleções do planeta. Nas Eliminatórias da Europa, Bélgica já está classificada. Nas Eliminatórias da Ásia, garantiram vagas Japão, Coreia do Sul, Irã e Arábia Saudita; Nas Eliminatórias da Concacaf, México já é campeão do grupo e garantiu um lugar entre as seleções classificadas.

Fifa anuncia nova fórmula de disputa

Fifa anunciou na quinta-feira (6) a proposta final para aumentar o número de participantes na Copa do Mundo para 48 seleções a partir de 2026. As principais diferenças seriam uma vaga direta para a Oceania – na fórmula atual, o campeão disputa uma repescagem contra uma equipe da América do Sul – além de uma fase de repescagem entre seis equipes disputando duas vagas extras. A homologação deste sistema será decidido no dia 9 de maio, no Conselho da Fifa, em Manama, no Bahrein. O sistema de repescagem seria um torneio eliminatório e disputado no país-sede da Copa do Mundo, possivelmente em novembro do ano anterior ao torneio, e serviria como um evento teste. As duas seleções melhor ranqueadas na Fifa aguardam os vencedores dos outros dois confrontos entre os quatro piores no ranking. A Copa das Confederações fica com um futuro incerto, uma vez que a Fifa não decretou se ela continuará existindo.

Brasileirão volta no final de semana

‘Após a parada obrigatória por causa das Eliminatórias da América do Sul, o Campeonato Brasileiro volta a ser disputado. No sábado (9), estão marcadas três partidas: Atlético-MG x Palmeiras, em Belo Horizonte e Vasco da Gama x Grêmio, em São Januário, e São Paulo x Ponte Preta, no Morumbi. No domingo, haverá mais seis jogos: clássico paranaense Atle-Tiba, na Arena da Baixada; clássico paulista Santos x Corinthians, na Vila Belmiro; clássico carioca Botafogo x Flamengo, no Engenhão; Sport x Avaí, na Ilha do Retiro; Vitória x Fluminense, em Salvador, e Chapecoense x Cruzeiro, em Chapecó. A rodada se encerra com a partida entre Atlético-Go x Bahia, em Goiânia. Antes, porém, Flamengo e Cruzeiro fizeram na quinta-feira (7) a primeira partida das finais da Copa do Brasil.

Pontos em disputa

O Galo, que não vem fazendo boa figura no Brasileirão, precisa vencer o Verdão para afastar-se do Z4. Já o Palmeiras necessita da vitória se ainda quiser sonhar com o título. Mesmo panorama se repete no jogo Vasco x Grêmio, aliado ao fato de o Tricolor gaúcho ter reduzido para sete pontos a distância para o líder Corinthians. Por falar no Timão, uma derrota no clássico pode abalar a confiança do (quase) campeão brasileiro de 2017. O Tricolor paulista precisa desesperadamente da vitória sobre a Macaca para sair da vice-lanterna. No clássico paranaense, a situação do Coritiba é mais preocupante porque o Alviverde está rondando o Z4. No clássico paulista, o Peixe precisa vencer o Timão para continuar sonhando com o título, enquanto o clássico carioca apenas está em jogo a rivalidade, poprque enhumas das duas equipes têm chances de ganhar o Brasileirão em 2017. Sport x Avaí é outro duelo de desespaerados. O Rubro-Negro pernambucano ainda se reesente da goleada para o Grêmio e o Avaí quer sair da zona de rebaixamento. Vitória x Fluminense e Chapecoense x Cruzeiro são jogos com as mesmas características, nos quais os mandantes têm de vencer para se afastar da zona da degola. Já o lanterna Atlético-Go tenta o milagre de se salvar e, para isto, precisa derrotar o Bahia em casa.

NFL começa neste final de semana

A principal atração da NFL é a partida entre Miami Dolphins x Tampa Bay Buccaneers. Ironicamente, os rivais da Flórida tiveram seu jogo adiado por causa do furacão Irma que deve castigar o estado neste final de semana. A temporada 2017/2018 da NFL abriu nesta quinta-feira (7) com o campeão New England Patriots recebendo o Kansas City Chiefs. Ainda nesta rodada, estão programados estes jogos para domingo (10): New York Jets x Buffalo Bills; Atlanta Falcons x Chicago Beatrs; Baltimore Ravens x Cincinnati Bengals; Pittsburgh Steelers x Cleveland Brown; Arizona Cardinals x Detroit Lions; Jacksonville Jaguars x Houston Rockets; Oakland Raiders x Tennessee Titans; Philadelphia Eagles x Washington Redskins; Indiana Colts x Los Angeles Rams; Seattle Seahawks x Green Bay Packers; Carolina Panthers x San Francisco 49ers, e New York Giants x Dallas Cowboys. Fecham a rodada, as partidas entre New Orleans Saints x Minnesota Vikings, e Los Angeles Chargers x Denver Broncos.

Operação Unfair Play

Para finalizar uma nota triste. A Polícia Federal apresentou esta semana detalhes da operação Unfair Play, que investiga um possível esquema de corrupção de compra de votos para eleição da cidade sede da Olimpíada de 2016. O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, é um dos acusados do esquema. Portanto, se você vibrou quando o Brasil foi escolhido como sede da Copa do Mundo de 2014 e o Rio de Janeiro prevaleceu sobre suas concorrentes para os Jogos Olímpicos de 2016, é hora de rever seus conceitos, porque as escolhas foram obtidas às custas de muita compra de votos.