Falso advogado de imigração é condenado por fraudar casamentos na Califórnia

Homem foi sentenciado a dois anos em prisão federal por forjar casamentos de chineses com americanos

0
3787
Foto de um casal identificado durante investigações do ICE (U.S. Immigration and Customs Enforcement)
Foto de um casal identificado durante investigações do ICE (U.S. Immigration and Customs Enforcement)

O chinês Jason Shiao foi condenado, na última semana, a dois anos em prisão federal por atuar como mediador de casamentos fraudulentos entre chineses e cidadãos americanos na Califórnia. Pelo menos 87 casamentos falsos foram arranjados por Shiao. Ele se passava por advogado e operava por meio de um escritório de advocacia. 

A filha de Shiao também foi presa por fazer parte do esquema. Documentos da acusação mostram que os chineses chegaram a pagar $50 mil por casamento para obter o green card.

Pai e filha faziam tudo para que os casamentos parecessem reais: realizavam cerimônias falsas, álbuns de fotografia, colocavam o nome do casal no imposto de renda conjunto, em apólices de seguro, contas de banco, entre outras coisas.