Aérea chilena de baixo custo inicia venda de passagens no Brasil

Voos da JetSmart começam em dezembro entre Santiago e Salvador. Empresa também vai voar a partir de 2020 para Foz do Iguaçu e São Paulo

0
851
A JetSmart pertence ao fundo americano Indigo Partners (Foto: Wikimedia Commons)
A JetSmart pertence ao fundo americano Indigo Partners (Foto: Wikimedia Commons)

A companhia aérea chilena de baixo custo JetSmart começou nesta terça-feira (24) a vender passagens para destinos no Brasil. Os voos, no entanto, começam a partir de dezembro, ligando Santiago a Salvador. As passagens, promocionais, estão sendo vendidas a partir de R$ 284 por trecho.

A partir de janeiro, a JetSmart vai voar também entre Santiago e Foz do Iguaçu. E em março, também entre a capital chilena e São Paulo (Guarulhos).

A JetSmart pertence ao fundo americano Indigo Partners e foi autorizada no mês passado a operar voos de outros países para o Brasil. A empresa já foi autorizada, por exemplo, a operar voos a partir da Argentina.

De acordo com a Anac, a JetSmart é a quarta companhia “low cost”, de baixo custo, a receber autorização para operar no Brasil. As outras três são a europeia Norwegian, a chilena Sky Airlines e a argentina Flybondi.

Segundo a agência, a chegada das companhias “low cost” ao Brasil se deu após a desregulamentação da franquia de bagagens, que permitiu às empresas cobrar pelo despacho de malas.

A regra da Anac permite a cobrança pelo despacho de bagagem desde 2017, mas obriga as companhias aéreas a aceitarem malas de até 10 quilos como bagagem de mão. (Com informações do G1).