Agentes federais fazem blitz em ‘hotel maternidade’ na Califórnia

Segundo a acusação, hotéis estavam sendo usados para mães chinesas terem filhos americanos

1853
Imagem de um site que os agentes federais disseram que são utilizados para recrutar mulheres chinesas
Imagem de um site que os agentes federais disseram que são utilizados para recrutar mulheres chinesas

Agentes federais realizaram blitz em um complexo de apartamentos em Irvine, Califórnia, que estaria sendo utilizado como ‘hotel maternidade’ para mulheres chinesas.

De acordo com reportagem da NBC, agentes do Homeland Security ‘varreram’ o The Carlyle, conjunto de apartamentos de luxo, onde mulheres pagam entre $40 mil e $80 mil para terem seus bebês. No local, elas têm acesso à piscina, quarto de luxo e têm seus bebês em hospitais próximos, tudo arranjado por um grupo que alicia as mulheres na China.

“Faço isso pelo futuro do meu filho”, disse uma das mulheres ao NBC News.

Nenhuma mulher foi presa – já que não é ilegal ter filho nos EUA – , mas elas estão sendo utilizadas como testemunhas em uma investigação que busca desbaratar uma organização que arrecada milhares de dólares neste ramo sem pagar um centavo de imposto ao governo, segundo a NBC.

“Não é necessariamente um crime vir para os EUA ter um filho, mas se você mente na hora de dar entrada no visto sobre as razões pelas quais está vindo para os EUA, é considerado fraude”, disse Claude Arnold, agente especial do Homeland Security em Los Angeles.

No total, 20 localidades em Los Angeles, San Bernardino e Orange foram alvo dos agentes que estavam buscando empresas que fazem ‘turismo de bebês’.

No site chinês, os aliciadores informam os diversos benefícios de se morar nos EUA – educação gratuita, baixo custo de vida, menos poluição – e a possibilidade de legalização dos pais quando a criança completar 21 anos. Os clientes são aconselhados sobre como mentir para conseguir um visto de turista, como viajar para o Havaí e Las Vegas para evitar passar pelo Aeroporto Internacional de Los Angeles, onde os agentes são mais rigorosos.

De acordo com o Homeland Security, 40 mil mulheres vêm aos EUA todos os anos com visto de turista para terem seus bebês.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorBombeiros encontram corpo de mergulhador desaparecido no Lake Okeechobee
Próximo artigoICE faz blitz em lojas do 7-Eleven e prende 21 pessoas nos EUA
Fundado em outubro de 2000, o AcheiUSA Newspaper é um jornal semanal em português, distribuído gratuitamente por centenas de estabelecimentos comerciais brasileiros, americanos e hispânicos, espalhados pelo estado da Flórida. Com notícias locais, imigração, cultura, agenda de eventos, cobertura social, negócios e a maior seção de anúncios classificados grátis em português fora do Brasil, o AcheiUSA é o mais completo e popular portal para os brasileiros vivendo nos Estados Unidos.