Álbum do Dalai Lama está no topo da Billboard

Disco com mantras e ensinamentos já é o oitavo mais vendido do mundo

0
1114
O Dalai Lama é pop (Foto: Christopher Michel/IPTC Photo)
O Dalai Lama é pop (Foto: Christopher Michel/IPTC Photo)

Nada de Beyoncé, Billie Eilish ou mesmo Anitta. Quem ocupa o topo da parada da Billboard é ninguém menos que o líder espiritual do budismo tibetano, Dalai-lama. Pois é, se você não sabia, agora sabe: o vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1989 lançou este mês o seu primeiro álbum, de 11 faixas, com mantras, meditações e frases da religião.

Em época de pandemia, bastaram menos de duas semanas para que ‘Inner World’ se transformasse no oitavo álbum mais vendido no mundo. “O meu propósito de vida é servir o máximo que puder”, justificou o Dalai Lama, acrescentando que a música tem a capacidade de ajudar as pessoas – especialmente em tempos de crise mundial, como a que estamos vivendo.

Mas a iniciativa não surgiu por causa da Covid-19. Na verdade, trata-se de um projeto de 2015, idealizado por uma jovem da Nova Zelândia, Junelle Kunin, que sempre estudou e admirou os ensinamentos de Dalai Lama. Certo dia, há cinco anos, atolada de trabalho em um banco do seu país, ela procurou na Internet por algum mantra ou canto do líder tibetano para se acalmar… sem sucesso. Mas encontrou algo mais significativo e o resto é história.

Para surpresa de muitos, o Dalai Lama gostou da ideia e o álbum foi lançado no dia do seu aniversário, 6 de julho. A entidade máxima do budismo, cujo nome é Tenzin Gyatso, completou este mês 85 anos de vida, sendo 70 deles no reinado. As gravações foram feitas na casa de Dalai Lama, em Dharamsala, na Índia, aos pés do Himalaia.