Alta nos preços das passagens faz brasileiros desistirem de viajar para a terra natal

Passar as festas de fim de ano com a família no Brasil pode custar até $2 mil só de passagem por pessoa

0
8988
Apesar de promessa de queda nos preços das passagens, aconteceu o contrário
Apesar de promessa de queda nos preços das passagens, aconteceu o contrário

DA REDAÇÃO – Não é novidade para ninguém que o período de festas de fim de ano é o mais caro para viajar, seja qual for o país ou cidade. Segundo alguns brasileiros que vivem nos Estados Unidos e estavam planejando visitar os parentes para as festas, ir para o Brasil nesta época está praticamente impossível.

“As passagens estavam me saindo por $1,800 para João Pessoa. Como tinha que comprar duas, resolvi não ir. Muito caro! Por isso que desde que vim morar nos Estados Unidos, nunca me animei de passar Natal no Brasil. Estou indo para a Carolina do Norte por bem menos”, disse Camila Melo que mora em Deerfield Beach (FL).

“Tentei passagens para Recife e para o Rio, mas desisti. Tudo caro demais, estou buscando por opções em fevereiro, mas não sei se vai dar”, reclamou Ana Lúcia, de Boynton Beach.

“Lá em casa para toda a família gastaríamos $6 mil só de passagem, impossível. Infelizmente este ano vamos fazer outros planos”, disse Danielle Marquez também de Deerfield Beach (FL).

Danielle Marquez ia gastar $6mil de passagem e mudou de planos
Danielle Marquez ia gastar $6mil de passagem e mudou de planos

Os preços subiram até 100% de um ano para o outro, de acordo com o agente de viagens George Halas que trabalha no ramo há mais de vinte ano com a New Port. “Fiz cotações de até $2,5 mil para dezembro e não baixa. Está tudo muito caro”, disse Halas.

Jackye Campos também é agente de viagens e concorda com Halas. “Trabalho para agência de turismo, as passagens saindo tanto dos EUA ou do Brasil nunca tiveram tão caras no fim do ano igual este ano. Infelizmente muitas pessoas irão passar este Natal em casa. Eu sou uma “, lamentou Jackye.

Questionada sobre o motivo de um aumento tão significativo das tarifas, a empresa LATAM linhas aéreas respondeu ao AcheiUSA com a seguinte nota: “A LATAM Airlines Brasil informa que os preços das passagens aéreas variam de acordo com fatores como demanda, horário de voos, antecipação da compra e tempo de permanência no destino. O sistema de precificação é dinâmico, e os valores das tarifas encontrados nos canais de venda não são estáticos”.

A Azul Linhas Aéreas tem um posicionamento muito parecido: “Em relação à política tarifária, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que os preços praticados para as vendas de suas passagens variam de acordo com alguns fatores importantes como trecho, sazonalidade, compra antecipada, combustível (preço do petróleo), disponibilidade de assentos, entre outros. Geralmente, as melhores tarifas são encontradas em compras com pelo menos 28 dias de antecedência do voo”, informa nota enviada ao jornal pela empresa.

Segredo é planejar

O planejamento das férias muitas vezes começa com as buscas pelo menor preço das passagens aéreas. Com a proximidade do final do ano, alguns truques podem ser usados. As pesquisas durante a madrugada e aos finais de semana já são de conhecimento da maioria dos viajantes, agora, um estudo global feito pelo site Kayak mostrou que comprar o bilhete com 55 ou 60 dias de antecedência garante uma economia média de 11%. Mas, para isso, é preciso monitorar os preços com frequência.

Para os voos internacionais, a escolha do dia da semana pode render até 6% de redução o valor das passagens, o recomendado é embarcar nas segundas ou terças e retornar nas quintas ou quartas-feiras.

O agente de viagens George Halas alerta para o perigo de brasileiros confiarem em anúncios com preços muito baixos na hora de efetuarem a compra. “Desconfie de passagens muito baratas nesta época. As pessoas podem estar caindo em um golpe e vão ficar sem o dinheiro e o que é pior, sem viajar”, alerta Halas.

“Por isso é importante ler os reviews das páginas das agências anunciantes e entrar em contato com passageiros e clientes que já compraram passagem”, afirma o agente de viagens Dorival Goncalves, da Matrotravel, que atua na comunidade brasileira desde 2001.

Dorival explica que deve-se sim tomar cuidado com certos anunciantes e sempre buscar por referências de clientes e o mais importante buscar informações sobre o número do registro da agência. Em sua página, a MetroTravel anuncia passagens para o Brasil por $399.00, porém, existem certas restrições, como por exemplo data e trecho.