American Airlines compra 20 aviões supersônicos da Boom e reserva mais 40 unidades

A Boom revelou o design de produção final de Overture, que deve ser lançado em 2025 e transportar seus primeiros passageiros até 2029

0
1213
Legenda: Concepção gráfica do avião Overture (Imagem: Boom Supersonic)
Legenda: Concepção gráfica do avião Overture (Imagem: Boom Supersonic)

A American Airlines e a Boom Supersonic anunciaram nesta terça-feira (16), um acordo para comprar até 20 aeronaves Overture, com opção de mais 40 unidades. A grande companhia aérea americana já pagou um depósito não reembolsável para as 20 aeronaves iniciais.

Espera-se que o Overture transporte passageiros a duas vezes a velocidade das aeronaves comerciais mais rápidas de hoje, trazendo de volta a era das viagens supersônicas encerradas com o fim do Concorde, porém, de maneira muito mais econômica e com emissões de poluentes reduzidas.

Segundo a American, o Overture introduzirá uma nova e importante vantagem de velocidade para a frota da companhia. De acordo com os termos do contrato, a Boom deve atender aos requisitos de operação, desempenho e segurança padrão do setor, bem como outras condições usuais da American antes da entrega de quaisquer ofertas definitivas sobre a aeronave a ser produzida.

“Olhando para o futuro, as viagens supersônicas serão uma parte importante de nossa capacidade de atender nossos clientes”, disse Derek Kerr, diretor financeiro da American. “Estamos empolgados com a forma como a Boom moldará o futuro das viagens tanto para nossa empresa quanto para nossos clientes.”

O Overture está sendo projetado para transportar de 65 a 80 passageiros a Mach 1,7 (1,7 vezes a velocidade do som) sobre a água – ou duas vezes a velocidade da aeronave comercial mais rápida de hoje – com um alcance de 4.250 milhas náuticas (7.870 km).

Otimizado para velocidade, segurança e sustentabilidade, o Overture também está sendo projetado para voar mais de 600 rotas ao redor do mundo em menos de metade do tempo atual. Voar de Miami a Londres em pouco menos de cinco horas e Los Angeles a Honolulu em três horas estão entre as muitas possibilidades.

“Estamos orgulhosos de compartilhar nossa visão de um mundo mais conectado e sustentável com a American Airlines”, disse Blake Scholl, fundador e CEO da Boom. “Acreditamos que a Overture pode ajudar a American a aprofundar sua vantagem competitiva em rede, fidelidade e preferência geral de companhias aéreas por meio dos benefícios de mudança de paradigma de reduzir os tempos de viagem pela metade.”

Em julho, a Boom revelou o design de produção final de Overture, que deve ser lançado em 2025 e transportar seus primeiros passageiros até 2029. Além da American, a United Airlines também já havia fechado um acordo para aquisição do jato supersônico.