Amigos pedem ajuda para despesas com funeral de brasileiro morto em Pompano Beach

Bruno morreu em casa em Pompano Beach; ele estava na Flórida há apenas quatro meses

0
3954
Bruno Araújo morreu em casa por causas desconhecidas
Bruno Araújo morreu em casa por causas desconhecidas

Amigos do brasileiro Bruno Araújo Silva, de 34 anos, se uniram para arrecadar recursos para que sua família no Brasil possa se despedir do jovem. Bruno morreu de forma inesperada na noite de quinta-feira (29) em casa em Pompano Beach.

Segundo uma amiga da família, Rosangela Santos, Bruno chegou em casa do trabalho por volta de 5:30 da tarde na casa da namorada, Kátia Mara dos Santos, disse que estava com dor de cabeça, a ajudou a limpar a casa, tomou um remédio para dor de cabeça e se deitou. “A namorada foi para a academia e, quando foi dormir por volta de 10 da noite, viu que ele estava deitado e pensou que ele estivesse dormindo. Ela se levantou para ir ao banheiro por volta de 2:40am e percebeu que ele estava de bruços, posição que ele nunca dormia. Ela então tocou nele e percebeu que ele estava duro e frio”, contou Rosângela ao AcheiUSA. Quando a emergência chegou, ele já estava morto.

O corpo de Bruno foi liberado na tarde de quinta-feira (6) e a família optou por fazer a cremação e enviar as cinzas para o Brasil. As causas da morte ainda não foram divulgadas.

Os amigos criaram uma página no GoFundMe para arrecadar dinheiro para as despesas com o funeral, cremação e envio das cinzas para o Brasil. O objetivo é juntar $10 mil e até o momento $1.5 mil foram arrecadados.

“Hoje estamos com o coração partido porque perdemos mais um de nossos amigos. Bruno Araújo Silva estava aqui há 4 meses. Depois de um dia cansado, deitou com uma dor de cabeça e veio a falecer. Bruno não tem nenhum dos familiares aqui e o maior desejo da mãe dele é enterrá-lo no Brasil.  Pedimos a todos que puderem ajudar com qualquer quantia, vamos colaborar para ajudar com as despesas. Que Deus abençoe grandemente a todos”, escreveu Rosângela no GoFundMe.

Amigos do brasileiro Bruno Araújo Silva, de 34 anos, se uniram para arrecadar recursos para que sua família no Brasil possa se despedir do jovem. Bruno morreu de forma inesperada na noite de quinta-feira (29) em casa em Pompano Beach.

Segundo uma amiga da família, Rosangela Santos, Bruno chegou em casa do trabalho por volta de 5:30 da tarde na casa da namorada, Kátia Mara dos Santos, disse que estava com dor de cabeça, a ajudou a limpar a casa, tomou um remédio para dor de cabeça e se deitou. “A namorada foi para a academia e, quando foi dormir por volta de 10 da noite, viu que ele estava deitado e pensou que ele estivesse dormindo. Ela se levantou para ir ao banheiro por volta de 2:40am e percebeu que ele estava de bruços, posição que ele nunca dormia. Ela então tocou nele e percebeu que ele estava duro e frio”, contou Rosângela ao AcheiUSA. Quando a emergência chegou, ele já estava morto.

O corpo de Bruno foi liberado na tarde de quinta-feira (6) e a família optou por fazer a cremação e enviar as cinzas para o Brasil. As causas da morte ainda não foram divulgadas.

Os amigos criaram uma página no GoFundMe para arrecadar dinheiro para as despesas com o funeral, cremação e envio das cinzas para o Brasil. O objetivo é juntar $10 mil e até o momento $1.5 mil foram arrecadados.

“Hoje estamos com o coração partido porque perdemos mais um de nossos amigos. Bruno Araújo Silva estava aqui há 4 meses. Depois de um dia cansado, deitou com uma dor de cabeça e veio a falecer. Bruno não tem nenhum dos familiares aqui e o maior desejo da mãe dele é enterrá-lo no Brasil.  Pedimos a todos que puderem ajudar com qualquer quantia, vamos colaborar pra ajudar com o traslado do corpo. Que Deus abençoe grandemente a todos”, escreveu Rosângela no GoFundMe.

Para ajudar, clique no link.