Após matar 22 pessoas na América Central, tempestade tropical Nate segue para os EUA

População de New Orleans já começa a se preparar para a chegada de Nate

0
4163
Trajetória prevista para a tempestade tropical Nate
Trajetória prevista para a tempestade tropical Nate

A tempestade tropical Nate já causou pelo menos 22 mortes na Costa Rica, Nicarágua e Honduras, na América Central. Meteorologistas afirmam que Nate deve atingir a costa do Golfo dos EUA com força de furacão de categoria 1, no fim de semana.

Autoridades de New Orleans, Louisiana, decretaram estado de emergência e determinaram que algumas pessoas deixem áreas costeiras e algumas ilhas antes da chegada de Nate, na madrugada de domingo. Além disso, começaram a ser esvaziadas algumas plataformas de petróleo offshore no Golfo.

O National Hurricane Center – NHC –  afirmou que Nate pode causar enchentes perigosas, grande volume de chuvas em alguns locais. A tempestade tinha ventos máximos sustentados de 21 milhas por hora na manhã de sexta-feira (6) e deve se fortalecer no noroeste do mar do Caribe, antes de possivelmente atingir uma parte do México.

O presidente da Nicarágua, Rosario Murillo disse que pelo menos 15 pessoas morreram no país devido à tempestade, sem dar detalhes sobre todas as vítimas. Na Costa Rica, autoridades confirmaram sete mortes ligadas às chuvas e disseram que 15 pessoas estão desaparecidas. Cinco mil pessoas na Costa Rica tiveram de deixar suas casas e buscar abrigos.

Nate pode atingir o sul da Louisiana como furacão de categoria 1. Autoridades americanas disseram que a tempestade se move rápido, o que pode reduzir o nível de problemas, mas também recomendaram que ela não fosse subestimada. (Com informações da AP).

Tempestade tropical Nate causou destruição na Costa Rica
Tempestade tropical Nate causou destruição na Costa Rica