Após parada cardíaca, morre bebê Sofia nesta manhã em Miami

A pequena lutava contra um vírus que se instalou em seu organismo, depois de um transplante multivisceral

0
1422

Morreu na manhã desta segunda-feira (14) no Jackson Memorial Hospital em Miami, a pequena Sofia Gonçalves de Lacerda, de um ano e oito meses. Sofia teve uma parada cardíaca e não resistiu. Ela lutava desde julho contra um vírus que se instalou em seu organismo, enquanto se recuperava de um transplante de cinco órgãos, realizado em maio pela equipe do médico brasileiro Rodrigo Vianna.

No fim de semana o quadro da menina piorou bastante e a mãe, Patrícia de Lacerda, postou na página “Ajude Sofia” no Facebook que apenas um milagre salvaria sua vida. Patrícia pediu para seus seguidores “intensificarem as orações” pela melhora da pequena.

De acordo com post da mãe, os médicos que atendiam a menina perguntaram se a família queria que os aparelhos utilizados para manter a bebê viva fossem desligados, mas a resposta foi negativa.

De acordo com informações do G1, os médicos também explicaram que o quadro grave se dava por conta de uma infecção do pulmão, pois os órgãos transplantados – estômago, fígado, pâncreas, intestino delgado e intestino grosso – continuavam em bom estado. Internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Jackson Memorial Hospital, nos Estados Unidos (EUA), Sofia, portadora de uma doença rara, foi acometida por um vírus resistente, o Citomegalovirus, quando se recuperava de um transplante multivisceral – quase todo o aparelho digestivo foi trocado.

De acordo com o advogado da família, ainda não existe uma definição se o corpo de Sofia será velado no Brasil. “Não temos essa informação até por conta do vírus contraído após o transplante. Estamos vendo se existe a possibilidade de trazer para Votorantim ou se será cremada nos Estados Unidos”, explica. Segundo Navarro, caso Sofia seja trazida para o Brasil, a liberação do corpo só deve ocorrer em até cinco dias.

Comoção
Nas redes sociais foi publicada a seguinte nota de falecimento: “Amigos, infelizmente nossa bonequinha nos deixou nessa manhã. Os pais, Patrícia e Gilson, entraram em contato via telefone informando sobre o falecimento da nossa Sophia. Não esperem que eles tenham cabeça para postar algo nas redes sociais, entendam o momento delicado. Nossos mais profundos sentimentos. Pequena Sofia, descanse em paz e obrigada por essa lição de força, união e fé. Lutar com você e por você foi uma honra”, que teve mais 18 mil compartilhamentos.

A luta da pequena Sofia foi acompanhada de perto por todo o país e pela comunidade brasileira que vive nos Estados Unidos. O nome da menina é também um dos assuntos mais comentados do Twitter e do Instagram.