Apreensões de imigrantes na fronteira aumentam em abril; prisões de crianças diminuem

Cerca de 180 mil imigrantes foram impedidos de atravessar a fronteira dos EUA com o México em abril, maior número em 21 anos

0
6802
Costums and Border Patrol (CBP) monitoram redes usadas pelos traficantes (Foto: Flickr)
Número de pessoas barradas na fronteira bateu recorde em abril (Foto Flickr)

Cerca de 180 mil imigrantes foram parados por agentes do U.S. Customs and Border Protection (CBP) na fronteira dos EUA com o México em abril, maior número registrado em 21 anos. O número de apreensões de crianças desacompanhadas, entretanto, registrou queda de 12% no período.

Em março, 173 mil imigrantes foram detidos na fronteira, um recorde que não era registrado há 15 anos.

Segundo o CBP, a maioria dos presos foi mandada de volta ao México, sem serem presos. Para mandar esses imigrantes de volta, o governo usa o argumento que segue orientações do Centers for Disease and Prevention (CDC), para evitar a transmissão do coronavírus.

Crianças desacompanhadas

O número de crianças da Guatemala, Honduras e El Salvador que tentara atravessar a fronteira desacompanhados caiu de 15.918 em março para 13.962 em abril.

Até a última terça-feira (11), 455 crianças estavam sob custódia do Border Patrol. Depois de saírem das prisões, elas são encaminhadas ao Health and Human Services, onde recebem mais cuidados, praticam esportes, etc. Cerca de 20 mil filhos de imigrantes estão sob custódia do HHS hoje. (Com informações da NBC)