Atraso na emissão de autorizações de trabalho frustra imigrantes

Mais de um milhão de estrangeiros estão aguardando a emissão de work permits

0
2207
O atraso nas autorizações de trabalho também afeta o programa E-Verify (foto: pixabay)
Work permit tem validade ampliada de um para dois anos (foto: pixabay)

Mais de um milhão de imigrantes estão aguardando por permissões de trabalho – work permits – nos Estados Unidos. Com a pandemia, o tempo de processamento de vistos e work permits ficou muito maior, já que os consulados ficaram fechados por mais de um ano.

O governo anunciou algumas medidas para tentar minimizar esses gargalos, mas o US Citizenship and Immigration Services (USCIS) ainda está operando com um grande atraso.

Entre as medidas, estão estender a validade da permissão de trabalho de um para dois anos. Hoje, o tempo estimado para a emissão de um work permit é de 12 meses. Antes da pandemia era de três meses.

Trabalhadores como Waqar Aqeel, que se graduou em dezembro em Ciência da Computação, vem se repetindo. Ele conseguiu uma vaga para trabalhar no Google, mas não pode começar a trabalhar até que autorização de trabalho saísse. A autorização foi aprovada, mas o cartão não foi enviado até o início deste ano. “Por pouco, não tive que voltar para o Paquistão e colocar tudo a perder”, disse Aqeel à Bloomberg.

O número de work permits pendentes chegou a 1.5 milhão no ano fiscal de 2021 (que acabou em setembro). Em 2020 eram 650 mil permissões pendentes.

A diretora do USCIS, Ur Jaddou, disse estar ciente dos atrasos e na frustração que isso vem causado. “O USCIS implementou medidas para reduzir esse atraso e o volume está diminuindo. Nós aumentamos a validade dessas permissões de trabalho e estamos oferecendo extensões automáticas em algumas categorias de vistos”, disse. (Com informações da Bloomberg)