Baleia encontrada morta em Key West tinha lixo no estômago

Autópsia na carcaça do animal indica que os resíduos impediram que o mamífero se alimentasse e, como consequência, teria encalhado e morrido devido sua condição debilitada

0
684
Macho adulto de 47 pés apareceu morto em Casey Taylor (foto: FWCC)

Biólogos do Florida Fish and Wildlife Conservation Comission (FWCC) retiraram linhas de pesca entrelaçadas, cordas, e sacolas de plásticos do estômago da baleia cachalote encontrada morta nas proximidades de Key West na semana passada. O macho adulto de 47 pés de comprimento foi o segundo cadáver de baleia que apareceu nas Florida Keys em uma semana. A carcaça do mamífero foi achada em Casey Taylor na quarta-feira (11).

Antes de levar o animal para autópsia, os pesquisadores observaram que ele estava “muito magro”. Carlisle Jones, porta do FWCC, disse ao jornal Miami Herald que os objetos provavelmente impediram que a baleia se alimentasse adequadamente. Como consequência, ela teria encalhado e morrido devido sua condição debilitada. “Apesar desses indícios, vamos realizar mais análises diagnósticas para confirmar a causa exata da morte, disse Jones.

As cachalotes são as maiores baleias dentadas encontradas em oceanos de todo o mundo e estão “ameaçadas de extinção”.  Geralmente, elas vivem e caçam em águas muito profundas, mas tem sido cada vez menos raro vê-las próximas às costas. De acordo com Jones, quando são vistas nessas áreas é sinal de que estão doentes ou em perigo.

A outra baleia encontrada morta na Flórida há uma semana era um filhote que provavelmente se perdeu de sua mãe, segundo disseram os biólogos.

Qualquer pessoas que avistar uma baleia ferida ou morta deve manter distância do animal e ligar para (877) 942-5343.