Biden quer eliminar a palavra “alien” das leis de imigração dos EUA

Presidente propôs que o termo seja substituído por 'não cidadão'. A expressão 'alien' foi utilizada pela primeira vez nos EUA em um documento de 1789

0
1509
Palavrqa alien foi usada pela primeira vez em 1789 (foto: pixabay)
Termo foi usado pela primeira vez em 1789 (foto: pixabay)

Caso o projeto de reforma imigratória proposto por Joe Biden seja aprovado, a palavra alien, que no português pode ser traduzido como estrangeiro ou alienígena, será excluída de todas as legislações americanas.

O termo é geralmente usado para se referir aos imigrantes e foi muito pronunciado pelo ex-Presidente Donald Trump nos seus discursos, cada vez que ele alertava sobre os perigos da “imigração ilegal”.

A medida de Biden citada em apenas um parágrafo dentro da extensa proposta de reforma imigratória,  pretende trocar a palavra por “noncitizen”, “não cidadão” , e justifica a mudança como “um reconhecimento ainda maior da América como uma nação de imigrantes”.

“Não é algo apenas simbólico, é fundamental”, disse José Antonio Vargas, integrante da organização Define American, em entrevista à CNN. Ele lembrou que a vice-presidente, Kamala Harris, é filha de imigrantes e que “a forma como descrevemos as pessoas é duradoura e afeta a maneira como as tratamos”.

OS EUA começaram a usar a palavra alien para se referir aos imigrantes com a promulgação de um documento do ano 1798 intitulado  Aliens Act and Aliens Enemy Act,  que reunia quatro leis que regulamentavam a presença de estrangeiros no país.

Em 2015, a California eliminou o termo  do código de trabalho do estado e, no ano passado, foi a vez de New York abolir a palavra do estatuto e código administrativo, prevendo multa para quem invocar a expressão nos termos lei.

Dois legisladores do estado do Colorado chegaram a apresentar, também em 2020, um projeto de lei para substituir o termo por undocumented immigrant (“imigrante sem documentos”), mas não chegou a ser aprovado.