Antonio Tozzi Esportes

Boletim da Copa | Definidas duas partidas das oitavas de final da Copa do Mundo Catar 2022

Holanda x Estados Unidos se enfrentarão no sábado (3), às 11:00 am (horário de Miami), na partida que abrirá a fase de oitavas de final da Copa do Mundo Catar 2022. O palco será o Estádio Internacional Al Khalifa e apenas uma destas seleções sobreviverá. Não há como negar o favoritismo da Holanda que terminou a Fase de Grupos como líder do Grupo A, com sete pontos ganhos, fruto de duas vitórias  (um duplo 2 a 0 sobre Senegal e Catar) e um empate em 1 a 1 com o Equador. A segunda seleção de todos nós, EUA, se classificou em segundo lugar no Grupo A, com uma vitória sobre o Irã (1 a 0) e dois empates (1 a 1 com País de Gales e 0 a 0 com a Inglaterra). Agora, terá de se superar para bater a “Laranja Mecânica”, se quiser seguir no torneio.

No domingo (4), às 2:00 pm (horário de Miami), Inglaterra e Senegal disputarão uma vaga nas quartas de final da Copa do Mundo Catar 2022. A seleção europeia é favorita e apontada inclusive por alguns especialistas como uma possível finalista. Venceu com facilidade o Grupo B, com duas vitórias expressivas (6 a 2 sobre o Irã e 3 a 0 sobre o País de Gales) e empatou em 0 a 0 com os EUA, marcando nove gols e sofrendo apenas dois. Senegal se classificou em segundo lugar no Grupo A, com duas vitórias (3 a 1 sobre o Catar e 2 a 1 sobre o Equador) e uma derrota para a Holanda por 2 a 0, marcando cinco gols e sofrendo quatro. A seleção africana vem se superando no torneio, mesmo sem sua principal estrela, Sadio Mané.

Seleção americana se classifica para as oitavas de final com vitória magra

A superioridade americana foi determinante. Com muita disposição sobretudo no setor de meio-campo, os Estados Unidos criaram mais oportunidades na primeira etapa, quando abriram o placar com Pulisic – que saiu machucado ao intervalo. Teve ainda um gol bem anulado de Weah por impedimento antes dos times irem ao vestiário. Na segunda etapa, o Irã precisou sair mais e teve algumas chances de empatar, com Ghoddos e Pouraliganji. Os americanos, no entanto, souberam defender o resultado favorável e garantir a classificação às oitavas de final da Copa do Mundo 2022.

A se lamentar apenas a contusão de Pulisic, exatamente no momento em que ele marcou o gol da vitória e se chocou com o goleiro iraniano. O camisa 10 dos EUA é fundamental para as aspirações do escrete americano continuar na competição. O craque do Chelsea deve se recuperar e provavelmente não desfalcará a seleção americana no difícil duelo contra a Holanda, no sábado.

Inglaterra supera País de Gales sem dificuldades

Depois de um jogo ruim contra os EUA, o técnico Southgate resolveu fazer quatro mudanças para este jogo, e elas deram certo, principalmente no ataque. Rashford e Foden entraram nos lugares de Sterling e Saka e foram decisivos no jogo contra País de Gales nesta terça-feira (29), no Estádio Ahmad Bin Ali. 

Depois de um primeiro tempo de domínio, mas pontaria falha, os ingleses resolveram o jogo rápido na segunda etapa. Aos 4, Rashford marcou de falta. Um minuto depois, Kane deu assistência para Foden ampliar. Rashford fechou o placar aos 22, depois de jogada individual. O resultado e o desempenho renovam o ânimo para o duelo com os senegaleses pelas oitavas de final.

Principal nome da seleção galesa, Gareth Bale não apareceu no primeiro tempo e acabou substituído no intervalo. A derrota encerra a participação do País de Gales, que voltou a disputar um Mundial depois de 64 anos e agora provavelmente passar por uma reformulação.

Senegal chega às oitavas de final em uma Copa do Mundo após 20 anos de ausência

Senegal foi à Copa do Mundo Catar 2022 sem seu principal craque: Sadio Mané. O craque que este ano trocou o Liverpool pelo Bayern de Munique sofreu uma lesão que o deixou de fora da principal competição entre seleções do planeta. Por causa disto, muita gente previu uma participação opaca da seleção africana no Oriente Médio. 

Entretanto, após ter sido derrotado pela Holanda na estreia e ter vencido o Catar na segunda rodada,  Senegal venceu Equador por 2 a 1, nesta terça-feira (29), no estádio Internacional Al Khalifa, e passou às oitavas de final da Copa do Mundo. Classificada em segundo lugar no grupo A, a seleção africana volta a um mata-mata do Mundial após 20 anos. Ismaila Sarr abriu o placar para os senegaleses, Caicedo empatou pelo Equador, e Koulibaly marcou por último para garantir a vitória da seleção africana.

Vestindo uma braçadeira com o número 19 – em homenagem ao ídolo senegalês Papa Bouba Diop, que morreu em 2020 -, Koulibaly, o capitão de Senegal, marcou para garantir a vitória e dar a classificação às oitavas de final.

Moisés Caicedo chegou a balançar as redes pelo Equador, recolocando a seleção nas oitavas de final ao empatar a partida, após o primeiro gol de Senegal – marcado por Ismaila Sarr. Mas a felicidade durou apenas dois minutos, quando os senegaleses voltaram à frente no placar.

Holanda mantém a tradição e está nas oitavas de final da Copa do Mundo Catar 2022

A Holanda se classificou às oitavas de final como primeiro lugar do Grupo A da Copa do Mundo do Catar. Em ritmo de treino e sem muita inspiração, a “Laranja Mecânica” venceu a seleção do país-sede por 2 a 0, no estádio Al Bayt, na cidade de Al Khor, nesta terça-feira (29). Gakpo e Frenkie de Jong marcaram os gols holandeses. O Catar foi o lanterna do grupo, sem pontuar.

Cody Gakpo marcou seu 3º gol na Copa. Ele se junta a Rashford, Enner Valencia e Mbappé na artilharia da competição. É o primeiro jogador da Holanda a balançar as redes em todas as partidas da fase de grupos em Mundiais. Além disso, com os três gols, Gakpo igualou a marca de Johan Cruijff. Ele é também o quarto holandês a marcar em jogos consecutivos em Copa do Mundo, seguindo o feito de Wesley Sneijder (2010), Dennis Bergkamp (1994) e Johan Neeskens (1974). O jogador, de 23 anos, e que atua pelo PSV Eindhoven, já estaria na mira de gigantes da Europa. 

O Catar entrou em campo já eliminado. E sai do Mundial com uma marca negativa. Os resultados negativos fizeram a seleção catari ter a pior campanha de um anfitrião na história das Copas. Foram três jogos e três derrotas do Catar, superando o desempenho da África do Sul, em 2010, que havia conseguido um empate e uma vitória.

Baixe nosso aplicativo