Boletim da Copa do Mundo 2022

0
978
No auge de sua forma física e técnica, Neymar promete levar o Brasil a uma ótima campanha nesta Copa do Mundo (Foto: neymarjr.com)
No auge de sua forma física e técnica, Neymar promete levar o Brasil a uma ótima campanha nesta Copa do Mundo (Foto: neymarjr.com)

Brasil é favorito no Grupo G, mas precisa tomar cuidado

Nesta edição, finalizamos as análises dos Grupos G e H da Copa do Mundo Catar 2022. Sem dúvida, o principal destaque do Grupo G é a Seleção Brasileira, que tem a companhia de Sérvia, Suíça e Camarões.

Esse favoritismo coloca o treinador Tite e seus jogadores sob pressão. O técnico, que já anunciou que deixará o comando da Seleção Canarinha, não fez uma boa Copa do Mundo em 2018 na Rússia e na última Copa América a seleção perdeu para a Argentina, dando a Messi, seu primeiro título representativo com a seleção albiceleste. No entanto, é inegável que o Brasil chega mais forte a esta competição, com jogadores de classe mundial em todas as posições. Além da grande estrela Neymar, Vinicius Junior desponta como um dos craques da nova geração, sobretudo no ataque.

A defesa conta com Marquinhos e Eder Militão e a experiência de Tiago Silva, uma zaga de respeito. Os goleiros são todos bons: Alisson (o provável titular), Ederson e Weverton. No meio-campo também há bons jogadorres: Fabinho, Casemiro, Fred, Bruno Guimarães e Lucas Paquetá. Ou seja, chegaremos ao Catar com boas chances de conquistar o hexacampeonato.

Suíça, um caldeirão de nacionalidades

A Suíça disputará sua segunda Copa do Mundo em 2022. Pela primeira vez, Murat Yakin treinará a equipe em um grande torneio. E o novo treinador quer provar junto com seus jogadores que o Nati tem o potencial de desempenhar um papel significativo.

Jogadores como Manuel Akanji, Denis Zakaria ou Gregor Kobel em gol têm pelo menos classe internacional. Com o capitão e a estrela suíça Granit Xhaka, há também um homem disponível no meio-campo que ainda era de classe mundial em dias bons. Este time promete dar bastante trabalho.

Sérvia é uma incógnita

A Sérvia não pode ser subestimada. O treinador Dragan Stojkovic espera que o maior número possível de adversários desconsidere os sérvios como adversário difíceis. Isso pode ser um erro fatal.

Com os craques Dusan Vlahovic e Sergej Milinkovic-Savic, a equipe do país dos Balcãs tem dois jogadores de classe mundial em suas fileiras. E ainda conta com jogadores como Filip Kostic, Luka Jovic e Aleksandar Mitrovic, profissionais que já provaram sua qualidade e atuam em grandes clubes europeus.  

Camarões também têm seus trunfos

A equipe nacional camaronesa é a menos volarizada do Grupo G. O treinador Rigobert Song, que assumiu a equipe em março de 2022, está bem ciente disso. Porém, ninguém deve subestimar os africanos. André Zambo Anguissa no meio-campo defensivo, André Onana no gol ou Karl Toko Ekambi e Eric Choupo-Moting podem dar dor de cabeça a qualquer adversário.

Ou seja, os adversários precisam adotar cautela com os africanos. Não há dúvida de que os Camarões têm o que é preciso para causar uma surpresa.

Previsões para o Grupo G da Copa do Mundo de 2022

O Brasil é indiscutivelmente o favorito para vencer o Grupo G. A seleção deve avançar com esta equipe em qualquer caso. Com base na história recente, a tendência é de colocar a Suíça em segundo lugar. mas não se pode descartar as possibilidades dos outros dois integrantes.

Análise do Grupo H na Copa do Mundo 2022 

A ordem de classificação das equipes do Grupo H interessa diretamente o Brasil. Afinal, o segundo colocado deste grupo deverá ser nosso adversário nas oitavas de final. 

Portugal desponta como favorito

Esta será a última Copa do Mundo de Cristiano Ronaldo. Além desta estrela, a seleção portuguesa conta com outros bons nomes, como Bernardo Silva, Diogo Jota, Bruno Fernandes. Ruben Dias, João Cancelo.

Assim, treinador Fernando Santos terá à sua disposição outros bons jogadores e deve prevalecer contra seus adversários.

Uruguai surge como a segunda força

A Celeste Olímpica pode ter seu momento de brilho. A equipe acredita ter boa chance porque é tão forte quanto provavelmente foi em 2010. O treinador Diego Alonso construiu sua equipe em torno da estrela da Copa do Mundo Federico Valverde. Ele é assistido por Rodrigo Bentacur no meio-campo, outro homem de destaque, e Giorgian de Arrascaeta.

José Maria Gimenez e Ronald Araujo provavelmente jogarão na defesa central. Eles podem até ser a melhor dupla do torneio. O experiente Luis Suarez também deve estar na Copa do Mundo. Apesar de sua idade (35 anos na Copa do Mundo), ele ainda tem a classe para tomar a decisão em momentos difíceis, assim como Edinson Cavani. E os uruguaios ainda têm Darwin Nuñez como excelente opção.  

Gana representa o continente africano neste grupo

A seleção de Gana tem como técnico Otto Addo, um treinador jovem que ganhou experiência no mais alto nível como jogador. Como treinador, ainda precisa ser testado.

Ele conta com jogadores realmente bons. Além da estrela da Copa do Mundo Thomas Partey, há ainda a jóia ofensiva Kamaldeen Sulemana ou Mohammed Kundus. Jogadores de Gana contam com boas estruturas f’sisicas e raramente sofrem lesões. 

Coréia do Sul tem o craque Son

A equipe nacional sul-coreana é uma equipe difícil de ser avaliada. O que pode ser dito com certeza é que o português Paulo Bento é um excelente treinador. A este respeito, nenhum adversário deve esperar por erros. Bento conhece e compreende seu ofício. Com a estrela sul-coreana Heung-min Son, há também uma verdadeira superestrela no elenco. Atrás dele, porém, o nível cai significativamente.

Hee-chang Hwang, por exemplo, é sem dúvida um bom atacante, mas não tem a qualidade excepcional de Son. Mas há jogadores consistentes na escalação e eles podem dar dor de cabeça a qualquer adversário. Qualquer um que duvide disso pode procurar na Alemanha as lembranças da Copa do Mundo de 2018.

Previsões para o Grupo H da Copa do Mundo de 2022

Uma previsão indica Portugal, a equipe mais forte do grupo, deve vencer o Grupo H. Em segundo lugar, acreditamos no Uruguai.