Bolsonaristas atacam ministros do STF em New York; veja vídeo

Sob gritos de “ladrão, bandido, vagabundo”, integrantes da Suprema Corte brasileira saem de hotel escoltados por seguranças.

0
1261
Ministro Alexandre de Moraes é atacado em frente a hotel em New York. Foto: Reprodução YouTube

Um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) hostilizaram ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em visita à New York, no domingo (13). Os magistrados estão na cidade para participar do Brazil Conference, evento organizado pelo Lide (Grupo de Líderes Empresariais), nesta segunda (14) e terça-feira (15).

Em vídeos postados pelos próprios manifestantes nas redes sociais, é possível ver um grupo de bolsonaristas atacando ao menos quatro ministros: Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Luís Roberto Barroso. Eles foram hostilizados em frente ao hotel onde estão hospedados, junto com empresários e políticos como o ex-presidente Michel Temer (MDB) e o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB).

Sob os gritos de “ladrão, bandido, vagabundo”, Gilmar, Lewandowski e Moraes tiveram que sair do hotel escoltado por seguranças. Para Moraes, presidente do Superior Tribunal Eleitoral (TSE), os manifestantes gritaram: “Ei, Xandão, seu lugar é na prisão!”

Depois da manifestação, a organização do evento reforçou a segurança no entorno do hotel. Segundo informações obtidas online, existe uma convocação por parte de apoiadores do atual mandatário para fazer campana em frente ao Harvard Club, em New York, onde acontece a conferência brasileira.

Estarão presentes no evento, nesta segunda (14), outros integrantes do STF, incluindo Carmen Lúcia e Dias Toffoli, além de Carlos Ayres Brito, ex-ministro do Superior Tribunal, e Antonio Anastasia, ministro do Tribunal de Contas da União.