Bolsonaro se encontra com Biden nesta quinta em Los Angeles e depois vai para Orlando

O encontro, pré-condição para que Bolsonaro comparecesse à Cúpula das Américas, deve encerrar simbolicamente o que o presidente brasileiro qualificou como um "congelamento" das relações entre os dois maiores países das Américas desde que Biden chegou ao poder

0
754
Bolsonaro e Biden vão discutir agenda comercial para a América Latina (Foto: Adriano Machado/Carolyn Kaster/AP)
Bolsonaro e Biden vão discutir agenda comercial para a América Latina (Foto: Adriano Machado/Carolyn Kaster/AP)

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, terá seu primeiro encontro com o presidente Joe Biden, nesta quinta-feira (9), durante a Cúpula das Américas em Los Angeles, Califórnia.

Os líderes dos dois países devem discutir como lidar com a escassez de alimentos e com a inflação de combustíveis decorrentes em parte da Guerra na Ucrânia, planejar como otimizar cadeias produtivas no continente e garantir suprimento de minérios. Além disso, segundo informações divulgadas pelo G1, comentar aspectos da democracia nos dois países e trocar informações sobre pautas de meio ambiente. A expectativa da diplomacia de ambos os países é que o clima da conversa seja amistoso, sem caneladas ou indiretas espinhosas.

O encontro com Biden foi pré-condição para que Bolsonaro comparecesse à Cúpula das Américas e deve colocar fim ao “congelamento” das relações entre os dois maiores países das Américas desde que Biden chegou ao poder, em janeiro de 2021.

“Ele (Biden) enviou uma pessoa especialmente para conversar comigo e ali eu botei as cartas na mesa, eu falei da mudança do comportamento dos EUA com o Brasil quando o Biden assumiu. Com o Trump estava indo muito bem, tínhamos muitas coisas combinadas para fazer no Brasil. Quando entrou o Biden, simplesmente houve um congelamento. Da minha parte, não mudei minha política com eles”, disse recentemente Bolsonaro.

Depois de Los Angeles, o presidente brasileiro vai seguir para Orlando, Flórida, onde vai inaugurar o vice-consulado se encontrar com apoiadores no fim de semana. Uma passeata de moto está sendo organizada pelos brasileiros eleitores de Bolsonaro que moram na região.