Bolsonaro vai ao Palácio do Planalto depois de 20 dias de reclusão

Essa foi a primeira vez que o candidato derrotado à reeleição saiu de sua casa no Palácio da Alvorada para o habitual local de expediente em Brasília

0
458
Jair Bolsonaro deixa sua residência oficial, na Alvorada, em direção ao Planalto. Foto: Reprodução Poder360

O presidente Jair Bolsonaro (PL) deixou o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, nesta quarta-feira (23) para despachar no Palácio do Planalto, sede oficial do governo. Essa foi a primeira vez em 20 dias que o candidato derrotado à reeleição saiu de sua casa para o habitual local de expediente. O atual mandatário havia ido ao Palácio do Planalto pela última vez no dia 3 de novembro, quando se encontrou brevemente com o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin.

Candidato à vice-Presidência na chapa de Bolsonaro, Walter Braga Netto (PL), visitou o presidente, na última quinta-feira (17), e disse que ele estava “se recuperando de uma infecção na perna” e que deveria “voltar logo”. O vice-presidente Hamilton Mourão, em entrevista ao jornal O Globo, também atribuiu a reclusão do presidente a uma doença dermatológica.

Com o resultado do pleito de 2022, Bolsonaro tornou-se o 1º chefe do Executivo a tentar a reeleição para a Presidência da República e perder. Derrotado por Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro ainda não reconheceu publicamente a vitória do petista.